Todo Poderoso da Santa Casa, Augusto Capodicasa, recebe dois salários por mês

Dando sequência à série de reportagens sobre os escândalos da Santa Casa de Santos, o Blog Santos em Off traz um fato que envolve uma pessoa que está no centro de toda polêmica do hospital desde a posse de Ariovaldo Feliciano como provedor: o empresário e apresentador de TV, Augusto Capodicasa.

capo

Capodicasa – O Todo Poderoso da Santa Casa de Santos

Eleito por uma megacomposição entre as Lojas Maçônicas de Santos, Ariovaldo Feliciano, era um contador e advogado da Cidade cuja atuação sempre foi discreta e reta. Como Felix Ballerini não iria continuar como provedor (cansado de responder denúncias sobre o estacionamento do hospital que vamos levantar em uma futura reportagem) e ninguém de renome queria sentar na cadeira, uma vez que o hospital vivia uma das maiores crises de sua história, o cargo estava vago para qualquer aventureiro. Presentes na “irmandade” do hospital, as famílias chamadas popularmente de forças vivas da Cidade, como os Barbosa, os Teixeira, os Cascione, não se mobilizaram pela Santa Casa neste momento difícil. Como nenhum deles quis assumir e dar sua contribuição ao hospital, o mesmo ficou aberto a nomes de pouca expressão como o de Feliciano, que usando da credibilidade maçônica e de costuras políticas bem engenhadas, venceu o pleito.

Porém, uma das primeiras providências de Feliciano no hospital foi demitir a gerente financeira, Mirian Cajazeira, e o gerente administrativo, Edgar Mendes Baptista (foto) dos cargos em que foram empossados pelo provedor anterior, Felix Ballerini.

mendes

Mendes levou um bilhete azul na Santa Casa

Ex-secretários municipais de Santos de Finanças (Mirian) e de Gestão (Mendes), ambos assumiram seus cargos por indicação e quase uma obrigação de fazer de autoria do ex-prefeito e então deputado federal, João Paulo Tavares Papa (PSDB), que exigiu que Ballerine efetivasse a nomeação de Miriam e Mendes para que Papa mantivesse a remessa quase que mensal de verbas parlamentares ao hospital, além de brigar junto aos governos Dilma e Temer por mais recursos à Irmandade (Isso será tema de outra reportagem que estamos apurando e em breve traremos aos leitores).

papa

Papa também indicou sua patota na Santa Casa de Santos. Aguardem reportagem

Ambos eram pessoas “da absoluta confiança” de Papa (Mirian Cajazeira – foto também trabalhou com Beto Mansur na Prefeitura de Santos) e ficaram um período no hospital e não conseguiram sanar os problemas da entidade, apesar da vasta experiência no Poder Público. E ambos não agradavam o corpo clínico e funcional da Santa Casa. O que levou à aprovação imediata de Feliciano pelos que fazem o dia a dia do hospital.

miriam

Mirian foi demitida

Os aplausos pela demissão da dupla do clero mal iniciaram e acabaram abafados pelo terror que rondou no hospital com a portaria de nomeação do novo diretor administrativo e financeiro da entidade: Augusto Capodicasa, do Programa Ação & Reação.

E a reação a ação de Feliciano foi imediata. Ao ver a nomeação, as forças vivas começaram a se mexer. Conhecido por polemizar muito com poderosos no Programa Ação & Reação na Santa Cecília TV e depois na TV Com, Capodicasa era temido por todos, mas, principalmente, por aqueles que usam a Santa Casa para benefício próprio, principalmente as chamadas forças vivas (e isso também será tema de reportagem futura).

A mobilização foi tamanha que chegou ao episódio em que o prefeito Paulo Alexandre Barbosa veio a pedir para Ariovaldo a demissão de Capodicasa, o que motivou um racha entre a Santa Casa e a Prefeitura, que foi sanado (ou seria composto) com o tempo.

ariovaldo

Feliciano recebeu um pedido do prefeito de Santos

A verdade é que Feliciano e Capodicasa têm histórico juntos. Indicado por Capodicasa, Feliciano foi contador do PPS em Santos durante a gestão da saudosa Maria Alice Matos. Uma parceria muito sólida e de bastidores, que causou surpresa inclusive na maçonaria.

Ao assumirem, Feliciano e Capodicasa perceberam que a Irmandade da Santa Casa e o Plano de Saúde Santa Casa eram entidades diferentes. Para cumprir exigência da Agência Nacional de Saúde (ANS), o provedor Ballerine teve que abrir um CNPJ específico para o Plano e colocou para geri-lo seu vice-provedor e ex-prefeito de Mongaguá, Paulo Wiazowski, que perdeu a eleição no Litoral Sul, porque fez propaganda ilegal em um outdoor, o nomeando presidente do Plano e dando total poderes ao político.

A questão é que o Plano e hospital viraram coisas diferentes com a atitude e Wiazowski, que separou as entidades de uma maneira tão profunda que o provedor da Santa Casa praticamente não possuía ingerência alguma sobre o Plano.

De tanto Capodicasa infernizar a vida de Wiazowisk para fazer a Santa Casa (leia-se Feliciano) ter voz novo CNPJ ligado ao hospital, inclusive vetando atendimento do Plano de Saúde Santa Casa, dentro da própria Santa Casa, por dois dias (um absurdo), o estatuto do Plano de Saúde foi alterado e o provedor da Santa Casa passou a poder nomear um superintendente para o Plano. Até aí, uma medida pertinente. Só que, adivinhem quem foi nomeado superintendente do Plano de Saúde: o gerente administrativo e financeiro do hospital, Augusto Capodicasa.

guto

Capodicasa e Wiazowisk trabalham juntos na Santa Casa

Constrangido, Wiazowisk engoliu Capodicasa dentro do Plano. Com isso, Capodicasa passou a receber dois salários: um do hospital e outro do plano que, apesar de terem o mesmo nome, funcionam inclusive em locais diferentes. A questão é: como Capodicasa consegue estar em dois lugares ao mesmo tempo? Ele é Deus reencarnado com superpoderes?

Além disso, Capodicasa acabou eleito em 2018 para cargos estatutários dentro do Plano de Saúde, sendo diretor e funcionário ao mesmo tempo, além de funcionário do hospital. Alguém acha isso normal?

A briga pelo poder de “Rei da Santa Casa” é que faz o vice-provedor Polaco ir para a mídia e para o Conselho Deliberativo detonar a imagem da instituição. Polaco não aceita os amplos poderes de Augusto dados a ele por Feliciano. Tudo é poder e dinheiro. Vale lembrar que na Rádio Litoral, uma das locatárias que tem na Santa Casa uma mãe para seus interesses (aguardem mais uma reportagem), Polaco deixa claro que quer mandar mais que Augusto no hospital. E Polaco tem prometido a pelo menos duas funcionárias o título de Rainha da Santa Casa se for eleito provedor. E disse que Feliciano deu uma procuração a Capodicasa impedindo Polaco de assumir em sua ausência a provedoria da Santa Casa.

pola21

Polaco tem procurado veículos de comunicação

Pois, não é que Polaco faltou com a verdade novamente? O vice-provedor assumiu, em julho passado (há dois meses), a provedoria em virtude de viagem de férias de Feliciano. Ficou quase um mês no cargo. Essa semana, Polaco se desesperou e foi ao hospital rever todos os documentos que assinou à época, com medo de que alguém revelasse que ele assumiu o cargo, assinou documentos e portanto, mentiu na Imprensa que era impedido de assumir como provedor por força de procuração ilegal de Feliciano para Capodicasa. Tal documento não existe e se existisse não teria valor legal algum.

É muita briga para poder assinar cheque dos outros em um hospital quebrado financeiramente. Este jornalista não entende a motivação de todos os envolvidos. Se tivessem vergonha na cara, renunciariam, principalmente Polaco, que já mostrou que disputa com o presidente do Santos FC, José Carlos Peres, o título de Pinóquio do momento.

Importante frisarmos que o dossiê entregue a este jornalista tem outros casos que envolvem Capodicasa e que estamos apurando junto a algumas fontes, inclusive a Junta Comercial do Estado de São Paulo. A maior parte dessas denúncias está no dossiê elaborado pelo fantasma do provedor Alberto Levy, que nos deixou há 25 anos, e que o atual vice-provedor, Luiz Simões Polaco Filho andou usando de fonte para participar de programas de rádio e ainda fazer uma representação ao Conselho Deliberativo da Irmandade. Porém, uma apuração inicial deste jornalista identificou possíveis adulterações em documentos oficiais, por isso, investindo muito dinheiro, estamos levantando oficialmente a situação cadastral de empresas que aparecem no dossiê do fantasma para corroborar suas informações.

Afinal, alguém que dá atenção a documento apócrifo, dá aumento a namorada/noiva e diminui sua carga de trabalho, arruma patrocínio de planos de entidades católicas para peças espíritas do filho (aguardem reportagem), aparece com e-mails particulares de outros em seu poder (também aguardem reportagem), pode mesmo ser ludibriado por adulterações documentais! Afinal, falta pouco para acreditar em coelho da Páscoa e Papai Noel!

Não seremos irresponsáveis em levantar nomes de pessoas sem provas. Capodicasa recebe dois salários da Santa Casa por CNPJS diferentes. Se não é ilegal, tem cara de imoralidade não acham? Agora quanto ao resto do dossiê fantasma vamos continuar apurando e, se confirmadas as informações dadas por Alberto Levy, em mesas-brancas, traremos os fatos.

Aguardem as outras reportagens. A próxima vamos falar o quanto as entidades de ensino da Cidade usam o “hospital-escola” sem nada dar em troca por anos…

A conferir.

3 Comentários

  1. Augusto Capodicada prejudicou os sindicalistas da cidade tirando os crachás de visitas , e também tirando a gratuidade do estacionamento que os sindicatos tinham direito, essas coisas prejudicam muito o trabalho social que sempre foi feito dentro da Santa Casa, pois a visita dos sindicatos tem que ser feito fora do horário estipulado a família dos pacientes, lembrando também que a Santa Casa sempre teve o apoio dos sindicatos, José Gonçalves ex vereador e ex presidente do Sintraport por exemplo trabalhou muito em benefício do Hospital, quando se diz que o hospital está quebrado acho estranho pois o que se vê é uma grande reforma em todos os setores da Santa Casa, aí pergunto com que verba é realizada essas reformas?

  2. Excelente reportagem,aguardamos o resto dela,inclusive as entidades de ensino que não oferecem nada em troca.alias,como está sendo feita essa mega reforma na Santa casa?E o anexo que era o Pronto Socorro Central,Agora tb é da entidade.

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*