Pesquisa provoca abalo em campanha da oposição, mas grupo nega- Coluna “Nos Bastidores do Santos FC”

Nesta coluna, você vai saber em primeira mão o resultado de uma pesquisa feita pelo telefone e conferir quem está em primeiro lugar. Vai ver também que tem gente querendo pular o muro e o que Modesto Roma fala sobre seu gosto por coxinhas. Confira que tem muito mais.

 

Call Center

Uma pesquisa encomendada por um famoso empresário realizada pelo telefone teria provocado sério abalo numa das quatro candidaturas.

Call Center 2

Os números não foram divulgados, mas o Blog soube que pela ordem os mais votados para presidente foram: Modesto Roma; José Carlos Peres; Nabil Khaznadar e Andrés Rueda.

Call Center 3

Roma está ligeiramente à frente, mas existe um empate técnico com Peres. Nabil e Rueda estariam abaixo da linha de corte de 20%, ou seja, não elegeriam nem um conselheiro.

Negou

Em contato com a coluna, a Santástica União negou esses números. De acordo com o grupo, a ordem correta é: Modesto; Peres; Rueda e Nabil. Havendo um empate técnico entre os três primeiros. Nabil está no último lugar.

Mais difícil

As conversas entre “Somos Todos Santos”, de Peres, e a Santástica União, de Rueda, esfriaram novamente. Um acordo e uma composição estão mais distantes.

Dois lados…

O candidato Modesto Roma Júnior que disputa a reeleição no Santos foi duramente criticado, pois no churrasco em comemoração aos 12 anos do CT Rei Pelé, havia pessoas usando a camisa da sua campanha. Até de falta de comida reclamaram.

Da moeda

Agora, um evento oficial, com distribuição de brindes, apresentação do Baleião, promoção das chapas de oposição e uso de camisas de campanha é o quê? Só coincidência?

Tim-tim

A coluna soube com exclusividade que um sócio expoente e que faz campanha e vota na oposição no clube mandou um emissário sondar o presidente Modesto Roma se poderia ser aceito na campanha dele.

Tim-tim 2

A resposta de Roma foi sonora: “Não”

Um caminhão de dinheiro

Um das candidaturas à presidência do Santos está gastando um caminhão de dinheiro com Comunicação. Até aí, tudo bem. Agora, fazer uma nota oficial desmentindo o que foi escrito sem ao menos ler o que foi publicado e ainda ameaçar de processo é um pouco demais.

Conversas

Será que os grupos de Modesto Roma e Marcelo Teixeira ainda estão conversando sobre uma eventual candidatura de Adilson Durante Filho, um dos caciques da DNA Santista, a vice-presidente do Santos FC?

Coxinhas 1

Constantemente trolado e zoado nas redes sociais por supostamente gostar muito de coxinhas (salgadinho frito), o presidente Modesto Roma Júnior acabou com o mistério no dia da inauguração da estátua de Zito, na Vila Belmiro.

Coxinhas 2

Um integrante da campanha “Santos Gigante” pensando que ia ganhar uns pontinhos com o chefe, durante a coletiva de imprensa, levou até Modesto um prato repleto de coxinhas. Para surpresa do “garçom”, Roma rejeitou os salgadinhos e disparou: “Não gosto e nunca gostei de coxinha. Quem gosta é uma pessoa que assiste aos jogos comigo no camarote”. Acabou o mistério.

Noiva cobiçada

A Associação Santistas do Interior, que garante que tem 400 sócios aptos a votar nas próximas eleições, ainda continua com a Santástica União, pelo menos até o dia 1º de dezembro. Aí, decidem que fica ou desembarca de vez da SU. Tudo aponta mesmo para uma ruptura.

Procurados

Integrantes do Santistas do Interior garantem que já foram procurados pela campanha de Nabil Khaznadar.

Contra o tempo

Faltando 15 dias corridos para o registro definitivo das candidaturas, tem grupo se vendo em apuros para arrumar os 240 nomes para composição da chapa.

Contra o tempo 2

Tem muita gente que aposta em uma enxurrada de descontentamentos e até rupturas que poderão acontecer quando a ordem na lista de inscrições das chapas for tornada pública. Ninguém quer ficar acima do número 40 na ordem e os organizadores deverão se ver em apuros para acomodar tantos em tão pouco espaço. Para eles, quanto mais tarde for a divulgação desta lista melhor para não perder apoiadores.

Carpool

Este humilde jornalista e blogueiro gravou uma participação no programa Carpool, que é apresentado por Felipe Mendes, no Facebook. Em breve estará no ar.

A Conferir.

Aplicativo proporciona economia de tempo e dinheiro para usuários e estimula varejo farmacêutico

Economizar tempo e dinheiro é o desejo de muitos brasileiros diante da atual crise econômica e da rotina sobrecarregada, e um dos hábitos que evidencia essa necessidade é pesquisar boas opções de preço de medicamentos. Com o objetivo de atender a essa demanda, o aplicativo da Farmaki lista farmácias do Rio e todo o Brasil, dando oportunidade ao consumidor de comparar preço, valor do frete e tempo de entrega.

É possível encontrar o mesmo produto com uma diferença de 30% entre o preço mais alto e o mais baixo. A variação maior já registrada foi de 80%. O aplicativo está disponível gratuitamente para Android e IOS. É possível acessar também pelo site farmaki.com.br. Não há necessidade de login e senha.

Além dos benefícios ao consumidor, a plataforma também é um estímulo ao varejo farmacêutico de bairro, ainda pouco adaptado às vendas virtuais. Os estabelecimentos da Região Metropolitana do Rio de Janeiro também são aceitos na plataforma.

Dar dinamismo e praticidade às pessoas é a meta por Felipe Chaves, 39, CEO e fundador da startup. Com passagens pelo marketing de multinacionais de bens de consumo e farmacêutica, ele observava esse esforço em sua própria família: “A ideia surgiu ao observar a minha mãe ligando para as farmácias e consultando disponibilidade e valores dos medicamentos para a minha avó, que tem Mal de Parkinson. Com um gasto mensal de aproximadamente mil reais, a pesquisa permitia que ela não só encontrasse todos os itens do tratamento, mas também reduzia significativamente a despesa. No entanto, ela dedicava tempo demais com uma tarefa que poderia ser mais simples e eficiente.”, revelou Felipe. Em média, o tempo de uso é de seis minutos.

Acelerações

A atuação fez com que a Farmaki fosse selecionada para participar de duas acelerações: a Inovativa Brasil, programa realizado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), e o Startup Rio, de responsabilidade da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (FAPERJ).

A conferir