Lei é sancionada e o “Governo do Amor” não pode ter mais casais apaixonados na Administração Pública

Reprodução

O assunto foi falado aqui em fevereiro de 2017 e causou mal-estar dentro do governo Paulo Alexandre Barbosa (PSDB). Alguns secretários da sua administração estavam com as mulheres nomeadas em cargos comissionados. Houve chiadeira por parte de alguns envolvidos, pois, atualmente, é quase impossível viver em Santos com um módico salário de R$ 20 mil por mês, por isso, a necessidade de empregar suas competentes esposas num carguinho para garantir uns R$ 10 mil a mais no orçamento, pois não está fácil para ninguém.

Continuar lendo “Lei é sancionada e o “Governo do Amor” não pode ter mais casais apaixonados na Administração Pública”

Conheça um pouco sobre o Krav Maga, defesa pessoal israelense

Fotos: Reprodução

Dentro de um ambiente, na sua maioria formado por homens, a instrutora Carolina Almeida, a Kakau, vem ganhando espaço e alunos em Santos ensinando Krav Maga, uma defesa pessoal criada nas ruas de Israel, na década de 40.

Kakau, explique um pouco o que é Krav Maga? Quando e onde surgiu?

O krav Maga surgiu na década de 40 em Israel. Seu único intuito é a prática da defesa pessoal, realizada por meio de técnicas simples, rápidas e muito eficientes, possibilitando um cidadão comum a se defender de pessoas mal-intencionadas. Krav Maga não é um sistema militar e, sim, uma arte marcial de defesa pessoal, muito utilizada pelas forças de segurança no mundo inteiro por sua tamanha eficiência.

 

 Há quantos anos se pratica essa modalidade no Brasil?

A escola Bukan se faz presente no Brasil por volta de uns 20 anos mais ou menos, porém não posso afirmar isto com muita precisão. No entanto essa arte é bem conhecida por nossa forças de segurança, como Marinha, Bope etc…Mas por ser uma arte marcial pouco divulgada, seus praticantes por sua vez, em grande maioria, são policiais e seguranças, então sua fama em ser militar. Mas não posso afirmar o tempo de prática não só aqui como qualquer outro país além do de origem.

Quem procura o Krav Maga hoje? Mais homens ou mulheres? Todas as idades?

Sua grande maioria são homens, no entanto, percebo que isso vem mudando. O público feminino vem crescendo e se interessando cada vez mais pela modalidade. O Krav Maga hoje se expande por todas as idades, uma vez que o mesmo só pode ser praticado de forma amena para o público infantil, a partir dos 6 aos 12 anos de idade, totalmente lúdico e sem nenhuma agressividade.

O que você acha que falta para a popularização dele no Brasil?

Divulgar de forma correta como uma arte de defesa pessoal, e mostrar ao público sua tamanha eficiência.

Num ambiente de violência sem limites no Brasil, o Krav Maga vem crescendo em número de alunos?

Sim, as pessoas vem buscando cada vez mais, novos meios de se defender em ambientes urbanos onde se encontram à mercê de pessoas mal-intencionadas.

Dá para ter uma noção de quantos praticantes no Brasil? No mundo?

Dentro da escola Bukan, ultrapassamos 30.000 alunos no mundo.

Depois de Israel, você sabe qual o país tem mais praticantes?

Não disponho de tal informação. Isso é muito abrangente.

Esta modalidade ainda é um terreno, na sua maioria, ocupado por homens. Como é ser uma instrutora de Krav Maga e existem muitas mulheres dando aula?

Em geral, o fato de ser uma mulher ministrando aulas, significa menos força e mais técnica, o que explica a quantidade de alunos homens que hoje se encontram treinando comigo. Acredito que ele visualizam a delicadeza e a suavidade nos meus movimentos. Visto que não é força e sim técnica. O Krav Maga me deu muitas coisas mas a maior delas é a confiança em mim. Sim, dentro da Bukan existem muitas mulheres instrutoras espalhada pelo mundo

Como se desenvolve essa modalidade em Santos?

Aulas são divididas em teorias e práticas corporais por meio de exercícios educativos os quais também trabalham o condicionamento físico.

Fale um pouco do Yaron Lichtenstein, quem é ele e qual a importância dentro do Krav Maga?

O Yaron foi aluno direto do criador do Krav Maga, Imi Lichtenfield,  o único a receber o diploma de nono dan e o título de grão mestre. É o único a continuar o trabalho do criador, ensinando e mantendo vivo o Krav Maga original, sem alterar uma vírgula ensinada por seu mestre. Ele ministras cursos no mundo inteiro, no intuito de passar diretamente para os novos alunos a verdadeira e única prática do Krav Maga.

Quais são os pilares do Krav Maga?

Seguimos as 15 regras do Krav Maga, sem elas não existe Krav Maga.

 

Cargos de confiança e o nepotismo na Prefeitura de Santos – Parte 1

Reprodução

O assunto é recorrente no serviço público e a Cidade de Santos não poderia ficar de fora. Pelo menos quatro ocupantes de cargo de confiança escolhidos pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa têm suas mulheres contratadas pelo Poder Público. Trata-se do famoso nepotismo.

O   Blog Santos Em Off apurou que em 2017 o prefeito Paulo Alexandre, apesar da crise financeira da Prefeitura, se mostrou benevolente com seus amigos-aliados. Dia 4 de janeiro, o Diário Oficial trouxe publicado a nomeação de Paula Abreu da Silva Leal para o cargo de Coordenador Administrativo  – Educação (símbolo C-2). Paula seria casada com Thiago Marinho Leal, secretário adjunto da Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

Reprodução

No dia 9/1, na pagina 5, o DO traz a nomeação de Carolina Rodrigues Barbieri para o cargo Coordenadora de Vigilância  II (simbolo C-2). Carolina é casada com o Secretário de Comunicação, Luiz Dias Guimarães. Já que falamos em secretários vamos citar mais um. Em 24 de janeiro, também página 5, portaria nomeou Amanda Cruz Duarte Jordão como Coordenadora de Medicina do Trabalho (símbolo C-2). Ela seria mulher do Secretário de Relações Institucionais e Cidadania, Flávio Jordão.

O advogado Gelásio Fernandes Ayres Júnior, diretor administrativo e financeiro da Cohab também tem companhia no serviço público santista. Sua mulher, Anielli Simões Fernandes, é assessora da diretoria da Prodesan.

Só pra lembrar, a 13ª Súmula Vinculante do Supremo Tribunal Federal (STF), aprovada em 21 de agosto de 2008,  proíbe o nepotismo nos Três Poderes, no âmbito da União, dos estados e municípios.

O dispositivo tem de ser seguido por todos os órgãos públicos e, na prática, proíbe a contratação de parentes de autoridades e de funcionários para cargos de confiança, de comissão e de função gratificada no serviço público. A súmula também veda o nepotismo cruzado, que ocorre quando dois agentes públicos empregam familiares um do outro como troca de favor. Ficam de fora do alcance da súmula os cargos de caráter político, exercido por agentes políticos.

“A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança, ou, ainda, de função gratificada na Administração Pública direta e indireta, em qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal.”. A conferir.