Liminar obriga o Governo do Estado a fazer vigilância na obra do monotrilho

Reprodução/TV Globo

A Frente Nacional pela Volta Ferrovias (Ferro Frente)  moveu ação contra o Metrô de São Paulo e o Governo do Estado exigindo providências quanto à conclusão das Linha 17 do Metrô,  prometida para anos atrás.

A entidade solicitou liminar pleiteando a apresentação de cronograma por parte dos réus. O Ministério Público manifestou-se em defesa da demanda da entidade, e acrescentou a obrigação do Metrô em realizar a vigilância das obras.

Assim, nesta terça-feira, dia 21, o juiz concedeu liminar obrigando o Governo do Estado de São Paulo a realizar a vigilância de toda a instalação do monotrilho, que hoje se encontra abandonada ante a paralisação das obras.

Para o presidente da Ferrofrente, José Manoel Ferreira Gonçalves, “a decisão é uma vitória da iniciativa da Ferro Frente, que cobra providências judiciais para que as infraestruturas ferroviárias tornem-se realidade”.

Para o diretor jurídico da entidade, Bruno Meirinho, “a decisão é uma ótima notícia, mostra a disposição do judiciário em assegurar os direitos da sociedade diante do descaso do Governo do Estado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *