O goleiro Raphael Aflalo Lopes Martins que atropelou e matou o estudante Matheus da Silva Nascimento foi indiciado por homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de que o crime ocorra). O inquérito foi concluído pela autoridade policial e levou em consideração os argumentos do advogado Airton Sinto, que defende a família da vítima, que o jogador estava com sua carteira de habilitação cassada (desrespeito ao limite de velocidade, ultrapassagem de sinal vermelho), dirigia em alta velocidade, atropelou a vítima pela costas, tentou fugir do local.

O relatório foi encaminhado ao promotor que entendeu que o homicídio é com dolo eventual e encaminhou à juíza que acatou a denúncia, mandou retirar o processo da Vara Criminal e enviou para a Vara do Júri. Agora, tudo se encaminha para o caso ir a Juri Popular. O advogado de Raphael Aflalo vai tentar desqualificar  e transformá-lo em culposo (sem intenção). Se isso acontecer, o juiz não dá a sentença de pronúncia, nesta primeira fase, e ele responde por culposo.

O advogado Airton Sinto pretende lutar pelo homicídio com dolo eventual (seis anos de detenção) e algumas qualificadoras, como o fato da impossibilidade de defesa da vítima que foi colhida por trás a 100 KM por hora, aumentando a pena para 12 anos de reclusão.

A família de Matheus conseguiu outra vitória. A Justiça negou o recurso da defesa e Raphael Aflalo terá que pagar a pensão de R$ 480,00 e os retroativos.O atleta,atualmente, defende o o gol do Clube Desportivo das Aves, de Portugal

Atropelamento e morte

Matheus estudava e ajudava o padrasto Charles Nascimento da Silva num carrinho de bebidas na praia.

De acordo informações da Polícia, Matheus e Charles Nascimento da Silva, padastro dele, atravessaram a avenida quando foram surpreendidos por uma carro BMW 318 IA, placas BIA 0215, cor prata, de Santos.

Com o impacto, o estudante foi arremessado a alguns metros. Ele foi levado ao hospital, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e faleceu.

A BMW ainda atingiu um veículo que estava estacionado na avenida.

Raphael estava com sua CNH vencida,tentou fugir, mas foi impedido por pessoas que estavam no local.

Em julho deste ano, o goleiro com passagens pelo Corinthians e Santos B saiu do Brasil e assinou contrato com o clube português.

A conferir.