bebereprodução

Sempre que um prefeito assume o cargo surge a famosa expressão “Reforma Administrativa”. Em Cubatão, não foi diferente. Economia de Guerra, cortes em diversas áreas , fim de contratação de comissionados etc. Mas, sempre tem um porém. Quem vive na cidade do Guará Vermelho tem se impressionado com o grande número de trabalhadores voluntários dentro do Poder Público. A paixão pela preservação do erário público é tão grande que tem até empresa oferecendo seus serviços totalmente de graça. Caro leitor, não consigo conter as lágrimas diante de tamanha benemerência.

Os adjuntos ou assistentes perambulam pelas repartições públicas e muitos deles são voluntários. Bom, o que leva uma pessoa a trabalhar sem receber? É o famoso “lá na frente a gente acerta”. Esses assistentes não existem na estrutura administrativa da Prefeitura e estariam ali, pois existe um Projeto de Lei (PL) que era pra ter sido enviado à Câmara dos Vereadores, criando cargos para abrigar os esforçados voluntários. Isso ia acontecer antes do Carnaval, mas o ambiente político estava agitado e seguraram mais um pouco. Tem gente com sobrenome que lembra uma importante avenida de Santos; outro uma grande cidade de São Paulo e por aí vai. Como já citei, tem uma empresa esperando a boquinha também.

Agora, onde estariam os 15 vereadores eleitos para a Câmara Municipal ? Fiscalizando o prefeito Ademário? O Blog Santos em Off apurou que todos aguardam ansiosamente pela aprovação do PL para poder pagar as promessas de campanha, já que todo mundo precisa trabalhar e, de preferência, recebendo.

Enquanto isso, para acalmar o Legislativo, as empresas terceirizadas pela Prefeitura estariam demitindo trabalhadores e contratando funcionários indicados pelos vereadores cubatenses. A caneta já teria atingido o Instituto de Saúde e Meio Ambiente (Isama), Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e Programa de Saúde da Família (PSF). A conferir