Foto:Getty Images

Depois de muita comida, bebida e comemoração no Natal voltamos à realidade. Como no Blog ” a gente mata a cobra e mostra cobra” , sem querer ser politicamente incorreto, vamos ao que interessa.

Dezembro é um mês  movimentado em função da chegada de Papai Noel. Normalmente, poucas demissões acontecem, ao não ser as com justa causa. Quase todos os setores vendem e lucram mais. O facão costuma cortar cabeças em janeiro, muitas vezes pra não estragar as festas de fim de ano do coitado do trabalhador..

Um sindicato muito forte da região não só demitiu uma funcionária como o fez há alguns dias do Natal. Sob alegação de “corte de despesas” colocou na fila do seguro-desemprego uma trabalhadora com onze anos de casa e, em pleno, mês de dissídio coletivo.

Falta total de habilidade na condução do processo. A atitude irritou inclusive integrantes da diretoria. Parece que os diferentes se igualam na burrice.

Muita calma

Falando em demissão, recentemente falamos aqui que alguém iria dançar na diretoria da Codesp e que não comeria castanhas portuguesas no Natal e que não curtiria o Réveillon na Praia do Gonzaga,em Santos.

Como sempre tem alguém pra dizer que “não aconteceu nada” e o “Blog errou”, preciso esclarecer algo. Tudo estava certo para um integrante da diretoria perder o cargo, mas como em Brasília o ritmo de demissão dos ocupantes dos principais escalões estava intenso, o Governo Temer determinou que parassem as exonerações, pois isso passa uma imagem de fraqueza política para a população, e é bom evitar quando os índices dre popularidade estão batendo quase no chão. Então, janeiro está logo aí. A conferir.