servidoresFotos: Reprodução

O prefeito Ademário Oliveira conseguiu aprovar seu Pacote de Maldades contra os servidores municipais de Cubatão contando com a subserviência e o interesse dos vereadores da Cidade e com muita porrada, bomba de gás lacrimogêneo e bala de borracha. Seis pessoas ficaram feridas e os principais culpados foram o prefeito e o presidente da Câmara Municipal de Cubatão, Rodrigo Alemão. A Polícia Militar manteve o papel de sempre que é descer o pau nos trabalhadores.

O placar foi 14 votos a 1. Somente o vereador Ivan Hildebrando (PSB) foi contrário. Nem os representantes do Partido dos Trabalhadores ficaram ao lado dos servidores e entraram no barco tucano, confirmando o que foi publicado neste Blog que existe um grande acordo para contratar indicados pelos vereadores para cargos comissionados.

perna

Os servidores tentaram evitar a entrada dos vereadores pela lateral da Casa. O Blog apurou que o Rodrigo Alemão mandou a Polícia Militar “descer a porrada” nos trabalhadores. A PM não se intimidou e o fez o que de melhor sabe fazer: bater em trabalhadores. O saldo foi de quatro pessoas com picos de pressão e uma com ferimentos na mão, todas levadas para uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). O fotógrafo Irandy Ribas, ferido na perna, foi medicado em Santos. Ele precisou levar seis pontos e está afastado do trabalho por uma semana.

mão

Greve

Os seis mil servidores municipais de Cubatão continuam em greve e prometem resistir. O movimento segue até esta quinta-feira quando acontece uma assembleia para avaliar o movimento.

O Pacote de Maldades do prefeito Ademário Oliveira contém dois Projetos de Leis (PL) e uma Proposta de Emenda à Lei Orgânica à Câmara. O PL 36/2017 altera dispositivos do Fundo de Reserva Previdenciária. Já há entendimentos de que esse projeto é danoso para a previdência do servidor. O PL37/2017 cria dispositivos que alteram a forma na contagem de tempo de serviço, o que gera prejuízos quanto ao recebimento de benefícios como licença-prêmio, férias, anuênio sexta parte. Estabelece também teto de R$ 5 mil reais brutos para o recebimento de cesta básica.

A Proposta de Emenda à Lei Orgânica apresenta redução de remuneração de hora extra, reduz o valor de remuneração de férias em 50%. São muitos prejuízos e perdas para os servidores. Some-se a isso que diversos benefícios encontram-se suspensos ou defasados.

O Blog Santos em Off apurou que a reforma administrativa de Cubatão, que elimina ou reduz direitos consagrados dos servidores municipais, tem como objetivo criar fluxo de caixa para a contratação de cargos comissionados indicados por vereadores.

Dentro do benefício para os amigos políticos, está a contratação das mulheres de um ex-vereador e de um atual ocupante do Legislativo da Cidade. Existem também pessoas e uma empresa trabalhando voluntariamente esperando a contratação depois da reforma aprovada pela Câmara.

O Blog Santos em Off vai acompanhar atentamente as contratações de afilhados políticos, esposas e parentes de vereadores e empresas depois da aprovação deste golpe em cima dos funcionários públicos.