reproducao2112

 

O momento é tenso pelos lados do Palácio José Bonifácio. Além dos problemas financeiros e com poucas perspectivas a curto prazo, as especulações estão alta.

A principal delas envolve duas secretarias: Cultura e Turismo. Quando os governantes pretendem mostrar algum tipo de “sacrifício” para sanear os cofres públicos, essa ideia sempre surge, já que numa junção economiza-se um salário, pelo menos em tese.

A união da Cultura com o Turismo criaria uma supersecretaria comandada pelo professor Fabião. Miriam Guedes de Azevedo, que tem muitos anos de Prefeitura, ou perderia o trabalho ou só o cargo.

Os envolvidos nessa possível troca não sabem de nada, de acordo com o apurado pelo Blog.

Essa movimentação tem algumas leituras. Comenta-se também que o prefeito Paulo Alexandre Barbosa deva entregar a pasta do Turismo a Claudio Valverde, ligado ao PSB de Marcio França e braço-direito do vice-governador.

Isso poderia indicar uma aproximação maior entre Paulo Alexandre, Geraldo Alckmin e o PSB de França, que sempre fez questão de se desvincular do PSB de Benedito Furtado, que dá às cartas na Secretaria de Meio Ambiente da Cidade.

Atrás disso, pode estar a legenda do PSB para Geraldo Alckmin sair candidato a presidente da República em 2018. A conferir.