Na coluna “Nos Bastidores do Santos FC”, você vai saber como andam as articulações para evitar a aprovação pelos sócios do impeachment do presidente José Carlos Peres.

estatuto

Dança na Comunicação

Até pessoas próximas dão como certa a aprovação do impeachment de José Carlos Peres pelo Conselho Deliberativo do Santos Futebol Clube. Como os sócios também votam, após a decisão do CD, em breve, o comando da Comunicação do Peixe deve mudar. E o novo “executivo” do setor vai chegar marcando território.

Conselho-Marcelo-Posse

Que história?

O novo executivo nem chegou e já coleciona desafetos. Como quem tem boca fala o que quer, ele disse recentemente que o “Santos não tem história” e que ele chegou “para fazer o Santos ter história”. Nem Pelé, o maior jogador de futebol de todos os tempos, seria capaz de falar tamanha bobagem

Notícias positivas

Como a derrota no Conselho Deliberativo já está sendo assimilada por Peres, a ordem é criar um arsenal de notícias positivas até o dia da votação dos sócios. Isso inclui até esquecer a derrota por 1 a 0 para o Monterrey, no México.

vivo5

Um carguinho para o “novo amigo”

Isolado cada vez mais no Comitê de Gestão, Peres parece que ainda não sabe que muitos das notícias negativas vazadas para a imprensa saem de um conselheiro hoje muito próximo, mas que um dia já foi inimigo político.

Um carguinho para o “novo amigo” 2

Como o momento é de criar boas notícias para mostrar aos sócios que o clube vai bem, a solução que surgiu é de sempre usar as mídias sociais para elogiar. O novo futuro comandante da comunicação do Santos teria oferecido um cargo para um jornalista que consegue ser uninamidade: é odiado na Vila Belmiro, no CT Rei Pelé, pelos jogadores e também dentre os profissionais que atuam no dia a dia do Alvinegro.

A conferir.