Na coluna desta semana você vai saber a opinião de Peres sobre o fim do sub-23 e o integrante do Comitê de Gestão que foi obrigado a devolver cabides e outros objetos para a entidade que ele presidia.

Menos pessoas e menos gastos

O presidente do Santos FC José Carlos Peres informou à Coluna que não pretende apenas reduzir o número de funcionários, mas o de cargos também. “O Santos não resiste mais a essa gastança desenfreada e a superpopulação de funcionários. Acabamos com o Sub-23 que nos custa R$ 11 milhões ao ano, contando com os encargos trabalhistas”, disse. Quem tem contrato vai ser emprestado e quem não tem vai ser dispensado.

E as revelações?

Vitor Bueno, Diego Cardoso, Pituca e o zagueiro Sabino, que ainda está no sub-23, são exemplos de jogadores revelados a categoria, mostrando pelo valor dos jogadores que o investimento não foi em vão.

Distorção

Um influente conselheiro garante que o atacante Lucas Yanase foi contratado por Peres logo que assumiu a cadeira de presidente. De acordo com ele,o jogador foi uma indicação do ex-coordenador da base do Santos, Ricardo Marco Crivelli, o Lica. Yanase, de acordo com o conselheiro, não joga e não treina e tem contrato até 2020. Mistério?

img_20180923_164707_3787186805462940506533.jpg

Pergunta

Por que Celso Sampaio Lopes pediu demissão da presidência da Comissão de Estatuto?

Novo cargo e salário melhor

Odir Cunha, figura contestada dentro do clube, desempenhava a função de “assessor de projetos especiais” com um salário de R$ 28 mil/mensais. Ganhou um incentivo da diretoria pelo conjunto da obra: virou gerente de novos negócios do Santos. Especula-se que passe a receber R$ 40 mil por mês.

Até os cabides pretos?

O casamento entre Pedro Doria , integrante do Comitê de Gestão do Santos, e a DNA Santista acabou muito mal e na Justiça. Pedrinho foi processado pelo movimento, já que se apoderou de alguns itens e do controle da página no Facebook, onde era transmitido um programa ao vivo. Tudo começou quando o rapaz foi destituído da presidência da DNA, ex-oposição e atual situação no clube.

saco

Relação

A Justiça determinou que Pedrinho devolva, além dos 12 cabides pretos, no valor de R$ 8,00, os seguintes itens: régua extensora energia 2,5 metros, (R$ 49,35); um adaptador P2 com 2 entradas, R$ 35,00; cabo de rede azul 15 metros, R$ 26,50; arara plástica com prateleiras (R$ 89,50); tripé de iluminação para estúdio com braço tipo girafa, (R$ 269,80); mesa de LL áudio Nanomix 902, (R$ 430,00); quatro microfones Yoga de lapela com fio de 4 metros, (R$ 600,00); microfone Yoga de captação, (R$ 221,89); microfone fio Shure, (R$ 142,88); cabo P10, (R$ 80,00); cabo HDMI 10 metros, (sem valor); dois banners DNA Santista, (R$ 396,20); bandeira DNA Santista, (R$ 408,80), cubo microfone DNA Santista, (R$ 162,90); maquina de cartão do Mercado Pago, (R$ 718,80); kit iluminação estúdio com 3 peças, (R$ 923,89); webcam full HD, (R$ 963,77); webcam 4K, (R$ 270,30) e um microfone Kadosh para celiular, (R$ 420,00). O total é de R$ 6.360,46.

A conferir.