Prometeu e não cumpriu

José Carlos Peres prometeu em entrevista ao conselheiro Armando Gomes no dia 08 de janeiro último que iria comparecer no Programa Esporte por Esporte, da Santa Cecília TV, antes de ir em qualquer outro em 2019. Ainda não apareceu. Já no Mesa Redonda, da Gazeta, Peres foi duas vezes em 2019: dia 14 de janeiro (7 dias depois da promessa) e 12 de maio.

Reduto

Vale lembrar que o Mesa Redonda da Gazeta é reduto de jornalistas e telespectadores de times da Capital. Já o Esporte por Esporte, exibido na emissora do presidente do Conselho do Santos e apresentado por um conselheiro, é reduto de santistas natos há 27 anos, o que por si só deixa a ausência de Peres inexplicável.

Matemática

A participação de Peres foi antes da reunião do dia 14. Em sua fala, ao comentar pergunta de Flávio Prado sobre a situação política do clube, ele disse que tem uma “pequena” ala do Conselho que vota contra ele e faz barulho. Vale lembrar, que a última votação antes da data, foi a primeira reprovação do exercício de 2018, reunião que ocorreu dia 15 de abril. E de 300 votos possíveis, Peres teve apenas 1 a seu favor. Vai ver faltou nas aulas de matemática….

Interdição

Um famoso opositor de Peres, que por enquanto pede anonimato, diz estudar requerimento de interdição do presidente devido a essa declaração. Segundo ele, como é possível deixar negociações do Santos nas mãos de alguém que acha que 299 X 1 é uma diferença pequena?

Água no chope

Presidente José Carlos Peres tem mania de dizer que tudo é daqui a dez dias e nunca cumpre. A última vítima foi o Baile de Aniversário do Santos FC. Após um calendário de “eventos” pífio organizado por Odir Cunha, o homem que recebe R$ 28 mil e não tem função no organograma (que também não existe da gestão Peres), Peres decidiu fazer o baile de aniversário do Peixe. Marcou para 27 de abril e, ao ver apenas 7 convites vendidos, adiou….para 17 de maio, sexta passada, mais de um mês após o aniversário de 107 anos do clube.

Miou

Apesar de trazer uma “banda de SP”, pois Peres pensa que as de Santos nenhuma presta, jantar com excelente buffet (não foi o do Alemão), whisky a go-go, e evento organizado pela CAPE Eventos, empresa santista que monta todas as grandes festas da Baixada, inclusive uma prova de pedestrianismo, realizada no domingo (19), o baile miou. Não se pagou. Foram vendidas apenas 9 mesas. Só o conselheiro Alberto Francisco, o Alemão, comprou e pagou sete para seus amigos. As outras duas mesas foram de Pedro Doria e Fabio Gaia.

jantar

Farta distribuição

Vários convites foram dados para o baile. Conselheiro, amigos do Rei, autônomos, profissioanis liberais, enfim, quem passava na porta ganhava convite. Foi aniversário fora de época, mas parecia Carnaval, com distribuição de abadás. O mais interessante foi a mesa dos patrocinadores que receberam convites e foi uma das vazias.

CF de olho

O Conselho Fiscal ficou atento e promete ter olhos especiais para as contas do Baile de Aniversário fora de época de Peres. Prometem críticas se as contas não fecharem. Afinal, quem pra quem reclama tanto com falta de recursos, gastar com baile e whisky é, no mínimo, estranho. Discurso e ação desconexos.

Vai sobreviver?

Mas, Peres não tá nem ai. Durante o evento, Peres foi flagrado ao lado da esposa e sócia dele em sua empresa de marketing esportivo, Maria de Lourdes Rocco, dançando “I Will Survive” de Gloria Gaynor. A cena foi patética, com mãozinhas de dar inveja ao Leco, presidente do SPFC. A música, que em português se chama “Eu vou sobreviver”, segundo Peres disse a amigos na orelha após ver as imagens, foi uma dança e uma música para o Conselho Deliberativo do Santos. Confira a tradução no link https://www.letras.mus.br/gloria-gaynor/15949/traducao.html

Poucos

Não dava mais do que 15 conselheiros presentes no baile. Segundo um frequentador ininterrupto dos bailes de aniversário do clube, foi a menor audiência do Conselho na década e mostra o prestígio do presidente.

Consequências

Falando na postagem de Maria de Lourdes Rocco no Facebook onde ela acusa Marcelo Teixeira e Modesto Roma de ladrões e todos os conselheiros de cumplices e abutres, que depois a filha Daniella Rocco Peres compartilhou e comentou mais em cima, o conselheiro Alfredo Glashan, mais conhecido por Atibaia, apresentou requerimento no Conselho pedindo que a Comissão de Inquérito e Sindicância analise a expulsão do quadro associativo de Daniella Peres, uma vez que a mãe não é associada. A propositura foi acompanhada de 40 assinaturas de conselheiros, entre eles José Renato Quaresma, Miltinho Teixeira, Raphael Vita, Clóvis Cimino, Esmeraldo Tarquínio, Vagner Lombardi e outros.

Até tu, Brutus

Até mesmo o presidente da CIS, José Geraldo Gomes Barbosa, e o relator Rubens Paixão, subscreveram o pedido. A proposta de Atibaia pede que a CIS analise o requerimento e não o Comitê de Gestão por se tratar da filha do Presidente e o Estatuto é omisso nesses casos.

Justiça

Procurada pelo Blog do Perrone para comentar o requerimento, Daniella Peres, disse ir à Justiça se for expulsa. Advogado especialista em Rede Social, o conselheiro Raphael Vita torce para que ela tome a providência. Segundo ele, somente a Justiça poderá pedir ao Facebook a origem da postagem, uma vez que todos têm o link original. E se o Facebook confirmar que partiu de Maria de Lourdes Rocco e que foi compartilhado por ela a ofensa aos conselheiros?

De pé

Foram muito aplaudidas (e de pé) pelos conselheiros as falas no púlpito de Vagner Lombardi Júnior e Leandro Weissmann na reunião do dia 14 de maio, quando o Conselho abordou o caso da postagem da esposa de Peres. Ambos foram felizes ao pedir providências contra a avaliação equivocada que a família do Presidente do Santos tem do Conselho do clube.

Confinadas

Outro que abordou no púlpito as infelizes postagens de Maria de Lourdes Rocco e Daniella Peres, foi o ex-presidente do Conselho, Esmeraldo Tarquínio Neto. Aspas para ele: “Em uma das postagens, uma delas disse que Princesa jamais perde o castelo. Queria dizer as duas o seguinte. Muitas vezes, princesas e rainhas PRECISAM ser confinadas nas torres do castelo para garantir a honra e a saúde do Rei”. A fala trouxe risos à reunião que estava tensa.

Perdoou

O presidente do Conselho, Marcelo Teixeira, disse em Plenário que Maria de Lourdes Rocco havia “esclarecido” a postagem e ele dava o assunto por encerrado. Chamado de ladrão no post original, Teixeira perdoou. Afinal veja abaixo a imagem da postagem e diga se isso é uma retificação?

rocco

Revolta

Muitos conselheiros estão bastantes insatisfeitos com a omissão de Teixeira no caso do post e prometem cobrar que ele, como presidente do egrégio Conselho, faça valer o objetivo do órgão máximo do clube.

Investida

Um grupo de conselheiros está desenvolvendo um novo requerimento exigindo uma Moção de Repúdio à esposa e à filha de Peres, com votos de Personas Não Gratas ao Clube, e ainda solicitarão que o Conselho busque a Justiça comum para retratar sua imagem. Liderados por conselheiros efetivos, esse grupo pretende reunir mais de 100 assinaturas antes de protocolar o pedido. O conselho tem 3002 membros atualmente.

Lava-bola

Representante do Santos na fundação do Movimento Moralizador do Futebol, que reúne conselheiros dos quatro grandes de São Paulo pedindo a moralização e uma Lava-Jato no futebol brasileiro, Clóvis Cimino leu a ata de fundação do movimento na reunião do último dia 14 do Conselho Deliberativo e foi em busca de adesões de mais santistas ao grupo.

60 adesões

Cimino conseguiu 60 adesões de conselheiros. O primeiro a aderir foi o presidente do Conselho e ex-presidente do clube, Marcelo Teixeira. Além dele e de Cimino também assinaram: Cláudio Caldas, Alexandre Santos e Silva (autor de dois pedidos de impeachment contra Peres), Antonio Alfredo Glasghan, Eugênio Singer, Luiz Fernando Cardoso, Diego Turato, Vitor Sion, José Macedo Reis (ex-membro do Comitê de Gestão e ex-controller do clube), Orlando Lopes Parra, Alexandre Cova, Vagner Lombardi Júnior, Leonardo Ramos Fraga, Wilber Gadi, João Morais de Carvalho, Raphael Vita Costa (ex-membro do Comitê de Gestão), Jefferson Oliva (terceiro ouvidor do Santos), Paulo Silvares (ex-candidato a vice de Reinaldo Guerreiro em 2011), Rodrigo Marino, Leandro Weissmann, José Rubens Paixão Passos (relator da Comissão de Inquérito e Sindicância), Silvio José de Abreu, Marco Antonio Scandiuzzi (ex- agente da Polícia Federal), Alexandre Salgado, Antonio Celso Pires, Alexandro Pereira Soares (defensor público), Leonardo Megale Silva, José Calil (jornalista), José Renato Quaresma (ex-membro do Comitê de Gestão e ex-candidato a vice de Andres Rueda em 2017), Luiz Louzada de Castro, Gustavo Costa de Souza, Adilson Ricardo Gonçalves, Alberto Pfeiffer Filho (candidato a Presidente do Conselho em 2015), Décio Couto Clemente, José Geraldo Gomes Barbosa (presidente da Comissão de Inquérito e Sindicância), Matheus Guimarães Cury (vice-presidente do Conselho), Daniel Nascimento Curi (secretário do Conselho), Daniel Pereira Alves (segundo secretário do Conselho), Luiz Simões Polaco Filho (segundo vice do Conselho), Antonio Gonçalves Neto (ex-membro do Conselho Fiscal), Antonio Carlos Garcia, Almir de Almeida, Reynaldo Azevedo, Alex Bessa, José Carlos de Oliveira (ex-membro do Conselho Fiscal e ex-membro do Comitê de Gestão), José Eduardo de Abreu Lopes, Andres Rueda (ex-membro do Comitê de Gestão de Modesto Roma e Peres e candidato a Presidente em 2017), Nilton Ramalho Junior, Carlos Manuel da Silva (ex-membro do Comitê de Gestão), Marcio Costas (ex-membro do Comitê de Gestão), Mauro Thiel Duclos, Sylvio Figo (membro do Conselho Fiscal), Urbano Ferrari Neto, Fernando Abreu Seco, Milton Teixeira Filho, Esmeraldo Tarquinio (ex-presidente do Conselho e autor de pedido de impeachment contra Peres), Cassio Ritcher, Eduardo Filetti (segundo ouvidor do Santos FC), Adilson Bastos e Silva e Jose Nilton Rabelo Macedo Junior.

Museu Pelé

Estão ficando quentes as conversas entre o prefeito Paulo Alexandre Barbosa e Peres sobre o Santos FC assumir de vez o museu Pelé. A ideia de Peres é mandar para o prédio do Valongo o Memorial das Conquistas, transformar o Museu e o Salão de Mármore Vasco José Faé em vestiário para os times saírem no meio do gramado. E ainda acabar com o Ginásio Athié Jorge Coury, transformando a quadra de futsal em “estacionamento para os ônibus dos clubes”. Futsal não revela mais atleta?

E a propaganda?

Vários conselheiros, em especial Alberto Francisco de Oliveira, o Alemão, prometem melar a negociação entre Santos e Prefeitura até o prefeito Paulo Alexandre pagar a propaganda feita na camisa do Santos na final de 2015 e que, segundo eles, até agora não foi quitada.

Arena Santos também

Alguns conselheiros veem com bons olhos assumir o Museu Pelé. Desde que a Prefeitura ceda a Arena Santos junto, a parte do Ginásio e do Estacionamento, ficando com a Prefeitura a parte educacional e cultural. Ideia é arrumar o ginásio e utilizar para formar atletas de futsal rumo a um time de elite na modalidade.

Abandonado

Vale ressaltar que o ginásio, construído pelo prefeito Papa em 2010, está abandonado, com a quadra cheia de infiltrações e desníveis de solo e os camarotes usados como gabinetes para a Fundação Pró-Esporte. Um desvio claro do interesse público do espaço. E o Ministério Público nada faz?

Novo ginásio

Enquanto os esportistas de Santos lamentam a situação da quadra do Ginásio da Arena Santos, a promessa é que no quarteirão do Mendes, perto do túnel, terá um novo ginásio de esportes, ali, menos de uma quadra da arena santos. Nesse quarteirão, contrapartida do Grupo Mendes às liberações do Centro de Convenções e dos prédios na Ponta da Praia, haverá uma nova policlínica, escola e essa quadra. A Prefeitura promete ceder a quadra pra comunidade do Jabaquara e não para os esportistas da Cidade. Mas não seria melhor consertar a Arena Santos e tirar os eventos gratuitos de igreja do meio da quadra? Com a palavra o prefeito Paulo Alexandre Barbosa….

Volta do BMG

Peres e Marcelo Frazão foram flagrados jantando com diretores do Banco BMG, que já patrocinou o Santos e parece estar voltando. O papo já dura meses.

bmg

Daqui a dez dias

Depois de muito prometer o patrocínio master para daqui a dez dias (que nunca chegam), Peres mudou de tática. Agora culpa os adversários que são exemplo que esperar faz bem. Haja desculpa.

Fã De Vecchio

Vecchio está voltando da Arábia e pode ficar no Peixe. Sampaoli é fã do meia argentino desde que o viu em ação no futebol chinelo e acha que pode ser uma boa opção a Jean Motta. Problema é que Peres é contra e isso pode levar a mais um atrito presidente-técnico.

Porta dos desesperados

Ex-membros do Comitê de Gestão de Peres, Andres Rueda e José Carlos de Oliveira estão desesperados atrás de um conselheiro que peça o impeachment de Peres em virtude do pagamento de comissão na compra do atacante Eduardo Sasha. Segundo eles, o negócio foi aprovado no Comitê de Gestão sem pagamento de comissão e depois apareceu mais de um milhão em intermediação. Já tentaram cinco colegas de plenário e deram com a porta na cara.

Reunião no ZAP

A aprovação da compra sem comissão teria acontecido em uma reunião do Comitê de Gestão por whatsapp, sem ata como manda o estatuto. Mas ambos estão disponibilizando os prints disso.

Igual a Bolsonaro

Reunião de decisões de Gestão por whatsapp, filha e esposa palpitando no twitter, promessas não cumpridas, traições diversas e muito toma lá-dá cá. Esse resumo poderia bem caber ao governo de Jair Bolsonaro, mas é a cara de José Carlos Peres no seu 1 ano e meio de Santos.

Líder de coisa nenhuma

A dificuldade de Rueda em arrumar um conselheiro disposto a fazer o requerimento mostra a sua dificuldade em se estabelecer como uma liderança política confiável no clube.

A conferir.