Na coluna desta semana, o torcedor santista vai saber que já estão de olho nas eleições de 2020. Além disso, que Pedro Doria e Odir Cunha foram homenageados em recente eveno do clube.

Estatuto no Zap

Ex-membro do Conselho Gestor de Peres e seu adversário na Eleição de 2017, Andres Rueda, montou um grupo de zap com conselheiros a fim de debater a proposta estatutária que deixou até os carecas com os cabelos em pé. Foi incluindo os contatos que tinha sem conversar com ninguém, o que gerou insatisfação. Ele incluiu o conselheiro Marcelo Teixeira Filho, filho do presidente do Conselho Marcelo Teixeira, no grupo. Marcelinho sugeriu incluir a Comissão do Estatuto e a Mesa no grupo e gerou um grande debate divisório levando muitos a saírem e enfraquecerem a ideia de Rueda, que está perdendo a liderança natural entre seus pares.

Revolta

Conselheiros até da situação estão revoltados com os péssimos resultados da Base do Peixe e prometem cobrar o presidente Peres sobre isso e sobre a dispensa de atletas de base sem critério.

Buuuuuuuú!

O membro do Conselho Gestor do Santos FC e intocável Pedro Doria Mesquita e o funcionário Odir Cunha foram vaiados em recente evento de comemoração dos 20 anos da Conquista da Conmebol na Embaixada do Peixe em São Paulo.

#Chateado

Novo integrante do Comitê de Gestão do clube, Paulo Schiff estaria descontente com o presidente José Carlos Peres. Schiff não anda gostando do estilo “mão de ferro” implantando no Santos pelo atual presidente.

Já começou

A Coluna soube de um influente conselheiro que já está em andamento na cidade um movimento político que pretende unir toda a oposição do Peixe para as eleições de 2020.

Também quero

As reuniões da mesa do Co0nselho Deliberativo e Comissão de Estatuto estão contando com a participação de apenas alguns conselheiros. O assunto principal são as mudanças no estatuto atual do clube. Outros integrantes do CD estão bem aborrecidos por terem sido excluídos das conversas.

VanderDeus ou VanderAdeus?

O goleiro Vanderlei está sendo sondado pelo São Paulo, que sofre há anos com um atleta desse nível técnico no elenco. Com um salário na faixa de R$ 300 mil/mensais e dois anos de contrato pela frente, alguns conselheiros não descartam que a saída do atleta pode acontecer.

Miojo

A diretoria do Santos FC garante que ainda não descobriu quem é o famoso “Miojo” que contrata via whatsapp seguranças para trabalhar nos jogos do Santos.