Título no Santos
Ao contrário do que muitos pensam, Bryan Ruiz conseguiu um título nessa sua inglória passagem pelo Santos, onde ganha o segundo maior salário do elenco (o primeiro é Uribe) e não joga futebol há mais de um ano. O costarriquenho venceu o torneio interno de tênis amador do Centro Santista de Tênis, que funciona na Rua Armando Salles de Oliveira.

bryan

Venceu o São Paulo
Ruiz venceu o são-paulino Maurício Guerra na final. Quem assistiu à disputa, diz que Ruiz não apresentou um tênis de força e nem de técnica. Jogou só com o nome mesmo!

Rachou
O pagamento das luvas devidas a Carlos Sanchez rachou o elenco do Santos. Após o empate com a Ferroviária, o meia Sanchez cobrou empenho do resto do time, que segundo ele, não está correndo e se dedicando nas partidas como deveria. O volante Diego Pituca interrompeu e disse: “Fácil cobrar isso com dinheiro no bolso”. A briga, na frente de membros do Comitê Gestor quase foi para as vias de fato.

Isolado
Aproveitando o clima do vestiário, o centroavante Eduardo Sasha virou para o auxiliar Rui Águas e para o membro do CG, Pedro Doria Mesquita, o Menino de Ouro, e disse que a tática está horrível que a bola não chega nele na frente.

Avisaram
A verdade é que os chamados líderes do elenco: Sanches, Pará, Luiz Felipe e Alison já avisaram à diretoria que o treinador não é nenhuma Brastemp.

Peres quer, Pedro não
Diante dos avisos do elenco, o presidente José Carlos Peres quer a saída do técnico. Porém, Pedro Doria defende a manutenção do treinador e controla cinco dos oito votos do Comitê de Gestão. Por isso ainda não caiu. Diante disso, quem manda no clube de fato? O Rapaz Dourado?

8 não 9
A contagem no CG é de 8 e não 9 porque o vice Orlando Rollo não é convocado para nenhuma reunião do colegiado, sendo ele (além de Peres) o único de fato eleito pelos sócios para estar ali.

Abelão e Zé Ricardo
Peres quer acabar também com a vinda de técnicos estrangeiros e aposta em Abel Braga e Zé Ricardo como substitutos.

Soteldo e Dudamel
Porém, Soteldo está pressionando Peres sugerindo a troca de Jesualdo por Dudamel, o técnico venezuelano que acaba de ser demitido do Atlético Mineiro. Como Peres é apaixonado por Soteldo, a pressão pode dar certo.

Macarrão
A retirada de carboidratos do cardápio do time, decidido por Jesualdo Ferreira, também revoltou o elenco que adorava comer macarrão antes dos jogos.

Fera ataca Peres
Nabil Khaznadar rachou com Peres em defesa de Jesualdo Ferreira. Diz que Peres aparelhou o clube e não dá condições de trabalho ao técnico que Nabil indicou. Parece que até Renato Duprat, padrinho de Peres e Nabil, já está abandonando Peres à própria sorte.

nabil

Menino da Vila
A partida de sinuca na concentração do Reading FC, da segunda divisão inglesa, mexeu com o brilho da torcida santista, ao ser transmitida em Live na Web. Goleiro campeão da Libertadores em 2012, Rafael Cabral, comemorava uma vitória sobre o volante Felipe Araruna, gritando que era Menino da Vila, acostumado a ganhar dos “Menudos do Morumbi”. A torcida santista vibrou tanto, principalmente depois das falhas de Everson e começaram a cobrar a diretoria para o retorno do goleiro.

ttps://twitter.com/i/status/1226541207171608577

Quem?
Aos torcedores, a coluna manda tirar o cavalinho da chuva. Afinal, Na famosa entrevista ao canal Santos Play de 2018, quando chamou a Vila de puxadinho e o clube de teta gostosa, José Carlos Peres afirmou que não conhecia o jogador.

https://www.facebook.com/santosplayoficial/videos/1895768857124028/

Entrevistador fantasma
Vale lembrar que o entrevistador de Peres para o Santos Play naquela oportunidade foi Felipe Takashi, Diretor de Imprensa “fantasma” da Prefeitura de Cubatão e presidente do PSL local, que denunciamos na última coluna sobre política partidária da Baixada. Já naquela época recebia do erário cubatense para se meter no Santos FC.

No MP e no Gaeco
Membro da Comissão de Inquérito e Sindicância (CIS) José Rubens Marino informou à coluna que foram entregues ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público as contas de 2017 de Modesto Roma Júnior, para apurar irregularidades e possível ressarcimento ao Santos.

rubão

Ex-apoiador
Rubens Marino apoiou a reeleição de Modesto Roma Jr, mas após ver seu filho colocado no fim da chapa, votou e pediu votos para Andres Rueda.

Estranho
A coluna estranha o tom de Marino na mensagem, dizendo que o Gaeco do MP que vai apurar irregularidades. O que a CIS fez? Nada? Se nada fez porque deram parecer expulsando Roma do quadro associativo?

Processado
A coluna apurou que Rubão já está sendo processado por Roma Jr criminalmente por ter afirmado na Live do Facebook do radialista Douglas Porto que a situação envolvendo a empresa Quantum e Roma foi um crime comprovado no clube. Talvez por isso, mudou o tom.

Gaeco nada faz
Este jornalista também não compreende porque as pessoas do Santos acham que o Gaeco fará algo pelo clube. Nas eleições de 2017, o grupo foi acionado para ver as denúncias de sócios-fantasmas de Peres, Rueda e Nabil e até agora, quase três anos, nada foi apresentado. Será que era verdadeira a denúncia?

Troca tudo na base
Impressionante o troca-troca de Peres na Base. Em menos de três anos já trocou mais de cinco vezes o técnico do sub-20. Isso sem falar em outras categorias. É planejamento e metodologia para o futebol que ele prometeu em campanha?

Impeachment
A Comissão de Inquérito e Sindicância do Conselho Deliberativo (José Geraldo Gomes Barbosa, Rubens Passos, Rubens Marino e Décio Couto Clemente) entregou parecer pedindo o impeachment do presidente José Carlos Peres, do vice Orlando Rollo e de outros sete membros do Comitê Gestor (Pedro Dória Mesquita, Fabio Gaia, Estevam Juhas, Anilton Perão, José Carbone, Matheus Rodrigues e Paulo Schiff). O mesmo deve ser votado em plenário ainda no próximo mês pelo egrégio Conselho Deliberativo.

peres10

Protegendo os amiguinhos
A coluna estranha que o parecer da CIS, que envolve as contas de 2018, não envolva membros do Comitê de Gestão do período, como Andres Rueda Garcia, José Carlos de Oliveira, Urubatan Helou e Hanie Issa, que não foram arrolados no pedido. Estão protegendo os amiguinhos?

Medo de perder apoio
À boca-pequena, os membros da CIS afirmaram que não arrolaram os outros para não perder apoio de conselheiros ao pedido. Ou seja, a punição não abrange os amiguinhos da CIS? Legalmente isso pode?

Vazou
A verdade é que a CIS vazou o documento antes do mesmo chegar à Mesa do Conselho e ser disponibilizado para os conselheiros. Com isso, o parecer foi lido por associados, conselheiros e até por jornalistas. Uma vergonha. Totalmente fora do trâmite legal do clube.

Todo mundo leu
Além da CIS, os membros da Mesa leram, Rodrigo Marino leu, Alemão leu, Emerson Cholby leu, Peres leu sem ser notificado, advogados do clube já leram. Até pra mim ofereceram a leitura. Difícil é saber quem não leu. E quem não leu já soube, como Paulo Alberto, da Rádio Guarujá, que deu a notícia porque soube do parecer.

tag

Confirmou ao vivo
Rubens Marino confirmou ao vivo no Programa Bola do Jogo da Rádio Ômega de segunda-feira (24/2), o pedido de impeachment e mais, deu detalhes e ainda marcou reunião do Conselho pro dia 10 sem ouvir o presidente do órgão, Marcelo Teixeira. O membro da CIS pode dar entrevistas antes do parecer ser disponibilizado aos conselheiros? Pelo tom de Rubão ao dar a notícia, ele sabia que estava descumprindo o Estatuto e pode ser destituído da CIS pela Mesa.

https://www.youtube.com/watch?v=r2A60g_7nbU

Viciado
Graças a Rubão, o relatório da CIS já sai viciado. Fora os membros da Comissão que desenvolveram o relatório, mais nenhum conselheiro deve ler antes da Mesa disponibilizar o documento e agendar a reunião. Tão pouco um membro da Comissão pode dar entrevista sobre. Só por isso, o relatório deveria retornar à comissão para nova redação.

Enviado da CIS
Na ânsia de localizar e intimar Orlando Rollo, que está proibido por Peres de frequentar a Vila Belmiro, inclusive retirando sua sala, a CIS pediu para que Otávio Alves Adegas, ex-presidente interino do Santos na década de 80, fosse até a delegacia de polícia onde Rollo trabalha, exclusivamente, para levar ao vice-presidente uma intimação do processo de impeachment.

Na campanha
É de se estranhar que um ex-presidente do Clube se preste ao papel de office-boy da CIS para intimar o vice-presidente. Comenta-se que a intimação foi um pedido de Rubens Marino, e que Adegas está engajado na campanha de seu sobrinho à presidência.

Reatarão?
A única coisa que este pedido vai conseguir é reatar o casamento Peres e Orlando Rollo (foto). Conversas já se iniciaram, com o infeliz mandatário ligando para seu vice eleito e tentando combinar uma estratégia de defesa conjunta. Quem agiu pela atitude e falou com os dois antes foi o membro do CG, Matheus Rodrigues.

perollo

Nova CIS
Conselheiros do grupo de Orlando Rollo prepararam um requerimento e já estão colhendo assinaturas de Conselheiros pedindo a expulsão de toda CIS, o que obrigará Marcelo Teixeira a constituir uma nova comissão, com novos membros, pois a CIS não poderá julgar uma denúncia contra seus próprios componentes. A denúncia aponta diversas irregularidades de todos os membros que vamos detalhar nas notas abaixo.

Jose Geraldo Barbosa
Presidente da Comissão é o maior vazador do relatório. Informações dizem que ele circulou com o documento no Palácio José Bonifácio, onde mostrou para o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, seu sobrinho. Também presidiu comissão na Santa Casa e vazou o resultado para a oposição, dando tempo para a situação do hospital reagir. Foi o organizador do Movimento Cidade X Peres, que tentou tirar o título de cidadão santista dado a Peres durante o impeachment. É tido como um conselheiro que não mantém posição depois de nada.

barbosa

Rubens Passos
Não deveria compor o órgão, uma vez que fez parte da CIS da gestão de Fernando Bonavides, aquela que queria punir Odílio Rodrigues apenas com uma advertência. Além disso, agiu para tirar José Carlos de Oliveira e Andres Rueda do relatório, já que é maçom da mesma loja de Oliveira, a Cavaleiros de São João D´Acre. A CIS não existe para proteger candidatos a presidente do clube, nem os amigos maçons, mas para fazer valer o estatuto do Santos FC.

passos

Rubens Marino
Ex-vice-presidente do Santos, ex-vereador em Cubatão e tio do pré-candidato a presidente, Rodrigo Marino, Rubão tem falado pelos quatro cantos da Cidade que só sai da CIS quando Peres cair. Tem mostrado relatório para quem quiser ler, o que o Estatuto proíbe. Além de dar entrevistas sobre um documento ainda não público para os conselheiros. Cometeu dezenas de infrações estatutárias e deve ser retirado da CIS.

Décio Couto Clemente
Agente FIFA (ainda tem a licença) é parceiro de Cidão do Sindicato (ambos na foto), o empresário de estimação de Peres. Além disso, tem empresa de agenciamento esportivo aberta. O fato de ser agente e de ter agência o proíbem não apenas de ser membro da CIS, mas até de compor o Conselho, de acordo com a Letra “F” do Artigo 41 do Estatuto do Santos FC. Por que Marcelo Teixeira não o expulsa ninguém sabe. Leiam abaixo o registro da empresa na Junta Comercial do Estado de SP.

couto10

gean

Florival Barletta
Esse último renunciou a CIS há quase um ano sem ser substituído e sem ao menos esclarecer porque saiu da Comissão.

barletta

Segunda renúncia
É a segunda vez em quatro anos que Barletta renuncia a um cargo no Santos. Era vice do Conselho de Fernando Bonavides e renunciou após Bonavides não deixar a Mesa do Conselho votar no Balanço do clube de 2015.

Tranquilo
Questionado quanto ao pedido de impeachment da CIS, Orlando Rollo diz estar tranquilo, e mostra dezenas de matérias de Peres que o isenta de decisões da gestão, como as abaixo:

mater1

mater2

Reeleito

A coluna lamenta o parecer da CIS e afirma que ele irá reeleger Peres presidente. Afinal, de novo, ele falará em golpe e convencerá a todos que está acabando com a politicagem do clube e os que não acompanham o dia a dia aplaudirão. Quer pagar pra ver?.

Omissão?
A desculpa de que o Conselho não pode ser omisso não cola. Esse Conselho aprovou dois pedidos de Impeachment em menos de 1 ano de gestão e já apontou milhares de irregularidades. Os sócios deixaram Peres no poder.

Faltou coragem
Faltou a essa CIS coragem para fazer valer a Lei do Profut e afastar por gestão temerária sumariamente o presidente. Faltou coragem ou prevaleceram interesses?

Tirar do Conselho
Ex-genro de Décio Couto Clemente, Gean Marcelo, promete que vai apresentar um requerimento no Conselho exigindo a saída de Clemente do órgão comprovando que ele foi efetivado com contagem errada de tempo. Aguardemos!!!

Gritou
O conselheiro do Santos FC e candidato a vice de Orlando Rollo em 2014, Vagner Lombardi, gritou nas redes sociais contra Marcelo Teixeira e a Mesa do Conselho dizendo que ela está prevaricando ao não chamar reuniões e que está mostrando o parecer da CIS sobre as contas de 2018 apenas para “conselheiros amigos”.

Pipocou
Horas depois, Lombardi pipocou em seu Facebook, dizendo ter recebido contato de Teixeira que esclareceu o caso, apagando as mensagens anteriores.

Medo
O caso de Lombardi e Teixeira é a prova viva daquele velho ditado, “quem tem, tem medo”.

Fake News

Lombardi não cansa. No grupo Sugestões ao Santos, Lombardi, que é adepto de Rodrigo Marino, partiu pra cima e atacou os adversários de seus candidatos. A vítima foi Esmeraldo Tarquínio. Disse Lombardi que ele já desistiu e que não “monta chapa” porque não “conseguiu apoio de alguns conselheiros e que perdeu adeptos para Miltinho Teixeira”. A Fake News foi prontamente desmentida no grupo por Luis Ruas Capella, Eder Fonseca, Márcio Veratti e Nilton Araújo.

Quem não monta?
Horas depois, o jornalista Aldo Neto desmentiu também a fala de Lombardi e lembrou que a Associação Resgate Santista, ao qual ele preside, é a campeã de espalhar mentiras no Santos desde 2001. Tirou sarro ainda do desmentido que Lombardi deu de Teixeira e ainda lembrou da “candidatura de Lombardi” a presidente em 2014, que tem vídeos no Youtube e que não “formou chapa”, tendo que se aliar a Orlando Rollo naquele pleito, deixando Lombardi de vice. “De não formar chapa, o Lombardi entende”, disse o jornalista.

https://www.youtube.com/watch?v=d9CuawnnECs&t=64s

50 votos
Adeptos de Rollo dizem que Lombardi não agregou nem 50 votos para a chapa em 2014.

Na rua
A verdade é que Tarquínio ainda não colocou campanha na rua, diferente que a maioria de seus adversários. Isso é campo aberto para fake news.

Até tu, Ananias?
Peres anda tão mal no Santos que até figuras nefastas da história recente do clube o criticam nas redes sociais, José Ananias da Silva, foi ao Facebook detonar Peres. Para quem não lembra quem é Ananias, trata-se do sócio do clube há mais de 30 anos que, como mesário da eleição de 2014, foi flagrado fraudando as eleições para favorecer seu candidato: Nabil Khaznadar.

Punição ridícula
Ananias recebeu apenas sete meses de punição da Comissão de Inquérito e Sindicância do Conselho em 2015. Uma punição ridícula para alguém que fez milhares de santistas se deslocarem de todo o país para a Vila Belmiro para ver a eleição cancelada e ter que voltar no fim de semana seguinte. Quem fazia parte da comissão que deu essa punição: Rubens Passos, atual relator da CIS. Dois pesos duas medidas.

Com vaselina
Falando em Passos, Rodrigo Marino entrou em contato para negar que o coronel Rubens Passos o enquadrou na reunião das comissões com o Presidente Peres semanas atrás. A coluna mantém a informação. Passos o enquadrou com educação, tanta educação que ele aceitou tudo o que foi falado. A coluna confirma a informação da edição anterior. Marino foi mal educado e chamou a reunião de clubinho de amigos e foi educadamente corrigido por Passos. Afinal, nada como uma boa vaselina.

Nem era para ter ido
Quanto a estar “de mal” de seu ex-patrão, José Renato Quaresma, por ter sido demitido da Embraps, Rodrigo Marino também nega e diz continuar amigo dele. Marino diz: “Nem era para eu ter trabalhado lá”.

Não diz
Rodrigo Marino nega que fala por aí que José Renato Quaresma abandonou o Santos para tentar a Prefeitura de Santos. “As pessoas dizem isso e não eu. Eu assumi a candidatura”, disse em contato com a coluna.

Mentiu
Rodrigo Marino (foto) disse também que o jantar noticiado na coluna anterior não era para reunificar a Santástica União, Chapa 3 do pleito de 2017 do clube. “Até porque não fui candidato pela SU”, escreveu. Marino mentiu. Ele foi eleito conselheiro pela SU na 23a vaga do Conselho conquistada pela chapa. Ou seja, foi candidato da “SU” sim.

marino2

Gean mudou jantar
Marino retificou a coluna dizendo que o jantar não foi no Tertulia, mas no J Garcia. É verdade. A coluna apurou que o local mudou após o encontro ser revelado pelo presidente da Santistas do Interior, Gean Marcelo, em seu Facebook. O prato não foi carne, mas peixe.

Peixe indigesto
Quaresma disse que o Peixe causou indigestão, mas não nele.

Convidou e pagou
A coluna apurou que o encontro José Renato Quaresma, Rodrigo Marino e Andres Rueda no J Garcia (foto) foi uma ideia e promoção de José Renato, que pagou a conta. E ainda bem que foi Peixe. Afinal, em Quaresma não se come carne, segundo a Bíblia.

jgarcia

Não sou igual
Rodrigo Marino pediu que não seja tratado como outros personagens desta coluna. “Não sou igual a eles”. Claro que não posso atender esse pedido. Essa coluna é isenta e trata todos os que querem o poder no Santos da mesma forma.

Ameaça
Marino terminou a conversa com este jornalista com ameaças: “Não me obriga a tomar atitudes (sic) por denegrirem minha imagem gratuitamente. Porque é isso que você está fazendo. A troco do quê?”. Ao ser questionado se foi uma ameaça, Marino negou. Mas o que foi escrito é claro e foi uma ameaça. Marino não disse “qual atitude” tomará contra esse jornalista, que não teme nenhuma delas. Afinal, gente truculenta há em todo lugar.

ameaça

Mais do jantar
O jantar da paz promovido por Quaresma o tornou espectador de um confronto duro entre Marino e Rueda. A conversa foi exaltada a ponto de não chegar às vias de fato devido às limitações físicas de Andres Rueda.

Sem paz
Com isso, o jantar da paz antes do “Renascimento de Cristo” não terminou como conta a bíblia. Também, decidir o futuro do Peixe, comendo peixe, não me parece o cardápio adequado.

Ao ataque
Rueda ficou tão revoltado com os ataques de Marino que pegou o telefone e ligou para membros da Santástica União dizendo achar um absurdo boa parte do grupo estar apoiando alguém que “só sai em fotos com o copo na mão”, se referindo a Marino. A coluna pergunta: Beber é crime?

Vai pro estádio
Marino tem respondido sobre o encontro dizendo que enquadrou Rueda e Quaresma, e ainda mandou o empresário paulistano comparecer ao estádio e apoiar o time de vez em quando, já que deseja ser presidente,

Conclusão
O encontro, sua conclusão e resquício da “peixada”, só mostra o comportamento daqueles que querem o poder pelo poder.

CEO de Miltinho foi CG de Rollo
Orlando Lopes Parra(foto), que será CEO do Santos FC caso Milton Teixeira Filho seja eleito presidente, foi membro do Comitê de Gestão de Orlando Rollo que ficou no cargo algumas horas, quando o vice-presidente assumiu o clube durante suspensão de Peres em novembro de 2019. Parra, que é conselheiro eleito na Chapa de Peres, foi indicado ao CG de Rollo por Miltinho Teixeira, aliado do Vice.

parra2

Energia Solar
Apesar de estar no CG de forma provisória em 11 de novembro e só por algumas horas, Parra queria a todo custo fazer Rollo assinar um contrato milionário com uma empresa de energia solar, que substituiria toda energia do clube. Atento, Rollo não assinou o pedido absurdo de Parra, pois geraria mais uma dívida para o clube pagar. Quem fez Rollo ir contra foi Luiz Fernando Cardoso.

Besteira
Orlando Parra, após ter seu acerto para virar CEO do Santos revelado na coluna anterior, entrou em contato com este jornalista via whatsapp. “Não sei de onde você tira tanta besteira.É algo que não tem o menor sentido. Faço o trabalho que faço porque na realidade queremos mudar a maneira com que dirigem o Santos. Não temos interesse algum no Santos. O interesse que temos é resgatar a credibilidade da própria instituição”. Até o Sol, Astro-Rei que nos dá energia solar, sentiu a veracidade das afirmações de Parra.

Ferrari
O colunista aposta uma Ferrari movida a energia solar se Miltinho se eleger e Parra não for CEO, superintendente ou cargo similar no Santos.

Cobiçado
Conselheiro de primeiro mandato, Luiz Fernando de Oliveira Almeida Cardoso, o popular Xarope, está sendo disputado pelos 12 pré-candidatos a presidente do clube, pela liderança e capacidade que tem demonstrado no Conselho. Até mesmo para a Prefeitura de Santos seu nome é especulado.

Leal
Xarope já disse que permanecerá leal a Orlando Rollo, de quem é braço-direito e um dos principais articuladores.

Não apoia
Paulo Alberto Francisco negou a coluna que esteja apoiando Milton Teixeira Filho para presidente do Santos. “Não estou fechado com Miltinho e nem com ninguém. Tem pessoas com ciúmes. Todos me querem para estar na chapa. Sou sócio remido, afilhado do Athié Jorge Coury, e outras coisas mais. Estou chateado porque andam espalhando pela Cidade que estou fechado com Miltinho. Não é verdade”.

Tradição Santista
O radialista do Radar Esportivo da Rádio Guarujá explica que há quatro anos fundou o movimento Tradição Santista, que não lança candidato e é formado por pessoas de raiz escolhidas “a dedo” por Francisco. Disse ter conversado com Miltinho, José Renato Quaresma e Rodrigo Marino (juntos), Andres Rueda e Esmeraldo Tarquínio. E não fechou com ninguém. A ideia do Movimento é unificar os grupos de oposição no Santos.

Não gosta de interurbano
Afirmando não gostar de “interurbano”, Paulo Alberto disse que não fechará sozinho e seguirá a tendência do grupo Tradição Santista que nas eleições de 2014 apoiou Fernando Silva e na de 2017 Modesto Roma Júnior.

Na linha do movimento
Segundo Paulo Alberto, Valter Conde Lopes, Silvio Jose de Abreu e Cássio Ritcher estão na mesma linha do movimento. Nos bastidores, também espalham que os dois já fecharam com Miltinho Teixeira.

De onde vem o dinheiro?
Os apoiadores de Miltinho Teixeira defendem seu nome como presidente dizendo que ele tem dinheiro para a campanha. A pergunta é de onde vem esse dinheiro? Afinal, Miltinho é herdeiro de 1/9 de 1/3 da Unisanta, cuja divisão ainda está em disputa judicial levantada pelo seu irmão Munir e sua mãe, orientados pelo advogado Rodrigo Julião, atual presidente da OAB Santos. Há quem garanta que o dinheiro para campanha de Miltinho vem de empresários libaneses interessados em colocar atletas no clube. Mais uma vez vão vender o jantar para pagar o almoço?

Convite pra barraca
Um tal de Lorenzo Guida de Almeida, que deve ser parente de Luiz Guida (presidente de honra da Corneteiros Santista e único usuário diário da barraca de praia do Santos), disse que a festa do dia 8 de fevereiro contou com 8 seguranças e ocorreu na tranquilidade. Quem pagou os seguranças foi o clube? Quem é Lorenzo? É funcionário do clube? Ele tem autonomia para me convidar para ir à barraca? Como no Santos de Peres e seu novo aliado Luiz Guida é tudo pouco transparente, essas minhas dúvidas jamais serão sanadas.

OSS chiou
Após a publicação da coluna anterior, o presidente da Orgulho de Ser Santos, José Macedo Reis, ex- controller do Santos FC de 2015 a 2017 e ex-membro do Comitê de Gestão de Modesto Roma Júnior, soltou nota contestando informações veiculadas nesse espaço. A coluna mantém tudo o que veiculou na edição anterior. Segue a íntegra da nota:

OSS E AS ELEIÇÕES SFC/2020 – ESCLARECIMENTOS
O “Blog Santos em Off” publicou em 10/02/2020, em sua coluna “nos bastidores do Santos FC”, algumas informações que como Presidente da OSS – Orgulho de Ser Santos, venho contestar.
1 – A OSS não é um “PARTIDO DO CLUBE” como afirma a coluna. A OSS é um grupo formado por empresários, santistas e simpatizantes do Santos Futebol Clube, que tem cadastrado 258 membros nela associados, sendo que desse total, pelo menos 50% são sócios há mais de 5 anos.
2 – A OSS nas duas últimas eleições no SFC participou ativamente, quando fomos vencedores em 2014. Em 2017, na Santastica União tivemos uma votação expressiva, com participação na proporcionalidade do Egrégio Conselho do Clube.
3 – Portanto sempre apoiamos, acertando ou não, candidatos que se alinhavam ou se aproximavam das nossas convicções e por princípios corporativos apresentados em seu plano de gestão, infelizmente alguns posteriormente se perderam em seus propósitos ou se revelaram.
Depois de várias reuniões internas e de analisar várias opções, a OSS decidiu compor/apoiar (entendam como quiser) com a Nação Santista, presidida pelo Milton Teixeira Filho o seu natural candidato, a disputar as próximas eleições do SFC. A nossa opção está baseada em nossos princípios e na nossa missão na vida política do SFC e por acreditarmos na vontade e capacidade que o Miltinho nos transmitiu.
4 – Diante dessa decisão, abrimos mão do lançamento da candidatura do atual Presidente da OSS, Macedo Reis, sem negociar ou pleitear na Gestão 2020/2023, qualquer cargo ou posição, seja ela remunerada ou não, da mesma forma como já fizemos nas duas últimas eleições onde nunca negociamos e nem pedimos nada a ninguém. Entendemos que o próximo Presidente do Clube, se quiser ter autoridade e autonomia política não deve lotear a sua administração e sim escolher quem deve estar ao seu lado, quem tem qualificação técnica e política e principalmente caráter e honestidade. Portando NÃO É VERIDICA a informação divulgada com relação a promessas para a Gerência da Base, Serviços Advocatícios e Comitê de Gestão. Não fazemos acordo, simplesmente aderimos e agregamos. Talvez esse hábito histórico nas eleições do Clube possa ter levado a quem divulgou a notícia a conclusões equivocadas.
OSS – ORGULHO DE SER SANTOS
José Macedo Reis
Presidente

Clube dentro do clube?
A OSS é um partido político do clube sim. O estranho é ele afirmar que tem 258 membros cadastrados sendo que “apenas” 50% são sócios. Ou seja, a OSS tem 152 sócios do Santos? Mas qual o objetivo da OSS senão participar das eleições? O que tal grupo que existe há oito anos já fez pelo clube? Porque aceitar não sócios?

Bob Esponja
Segundo um conselheiro com décadas de janela no clube, a OSS pode ser apelidada de Bob Esponja, é só chegar em eleição que entra na água e infla. Depois, na urna, não aparece.

MR na OS?
A nota diz que a OS foi vencedora em 2014. Modesto Roma Júnior ou César Conforti eram desse grupo e ninguém sabia? A verdade é que a OSS de Macedo e Ronaldo Cortez, a R9 de Quaresma e Rodrigo Marino, a SSS de Jose Amado e Emerson Cholby se uniram ao grupo de Roma que saiu vitorioso. Portanto, a OSS não ganhou nada sozinha. Em 2017, fez parte da SU de Andres Rueda. Pelo que a coluna apurou com pelo menos 4 ex-membros do CG de Roma é que Andres, durante o pouco mais de 1 ano que fez parte do CG de Modesto sempre pediu e era o maior entusiasta da demissão de Macedo, que só ocorreu em 2017, dois anos após sua saída.

Princípios corporativos?
Em seu último ato como membro do CG de Modesto Roma em 2015, Macedo Reis conduziu um inquérito interno de denúncias da base que resultou na demissão de alguns advogados que faziam contratos no clube. Esses advogados, demitidos após o trabalho de Macedo, também apoiam Miltinho Teixeira, na condicional de retornar ao clube. Ou seja, Macedo retirou funcionários do clube mostrando que agiram de má-fé e hoje está emanado com o candidato que irá recontratá-los? Vai entender.

Aposta
Macedo Reis diz que a OSS não condicionou cargos ao definir seu apoio a Miltinho Teixeira. Caso o irmão de Marcelo Teixeira vença, a coluna aposta um Ford que Macedo Reis e Ronaldo Cortez, no mínimo, estarão na gestão.

Triste saída
A coluna nutria esperança que Macedo Reis fosse candidato, pois parece ter a postura e a liturgia que o cargo de presidente do Santos precisa. Mas, infelizmente, os interesses pessoais de seu grupo atropelaram sua candidatura. Uma pena, pois achava que Macedo tivesse mais comando sobre seus apoiadores, algo também vital para quem quer ser presidente.

Correspondência oficial
Este blog e esta coluna goza de uma credibilidade ímpar quando o tema é Santos FC. Prova disso é a correspondência oficial do Presidente do Conselho. Marcelo Teixeira, onde ele reforça a elevada estima e distinta consideração que tem por este espaço. Leiam abaixo:

ofico

CF comenta
O ofício de Teixeira veio com um comentário sobre a coluna anterior, onde apontamos um “acordão” entre Mesa, Conselho Fiscal, Comissões e o Comitê de Gestão do Santos FC, feito por membros do Conselho Fiscal. Leiam abaixo:

oficio

Mantido
Apesar dos ofícios, a coluna sustenta TODAS as informações da edição passada. Só um detalhe: não sou sócio ou funcionário do clube e, com todo respeito, não tenho que dar satisfação para nenhum dos órgãos fiscalizadores do clube.

Racha?
Nota-se que o ofício do Conselho Fiscal não está assinado pelo presidente do órgão, Norberto Moreira, ex-vice-presidente do clube, ex-atleta do Peixe e ex-presidente da OAB Santos. Racharam com o presidente?

Nepotismo
Os membros do CF, à boca-pequena, reclamam que Moreira tem o filho e o neto trabalhando no clube desde a gestão Modesto Roma e que não deveria estar no cargo.

Mensagem apócrifa
Circulou pelos whatsapp da vida em mensagem apócrifa relatando que no último dia 18 ocorreu uma reunião para forçar Marcelo Teixeira a ser candidato a presidente e que a mesma contou com a presença de Cidão do Sindicato, o empresário de estimação de Peres. A mensagem dizia que esta aproximação era o que entravava tudo no Conselho contra Peres e motivo da reunião que relatamos na última coluna que gerou os ofícios acima. O fato nem é merecedor de nota aqui, só o está sendo porque pelo que a coluna apurou, a elaboração desta Fake News passa pelo racha do CF da nota anterior.

Refugiado
O “corajoso” conselheiro do Santos que renunciou ao cargo, Rachid Youssef Bourdoukan, se mudou como refugiado para o Uruguai. Após abandonar a tropa de choque do Peres e renunciar ao Conselho, por não aguentar a “pressão da política do Santos”, Rachid fugiu para o país vizinho devido a venda de produtos não licenciados de diversas marcas que começaram a lhe render problemas jurídicos. Como tem dupla nacionalidade, não pode ser deportado do Uruguai.

Mudando de nome
Mas, mesmo do Uruguai, Rachid continua se metendo na política do Santos. Criador do grupo Fórum Espírito Santos, que foi apelidado de Fórum Espírito Peres (devido a defesa do atual presidente por ele e pela quantidade absurda de fakes que ele inseriu no grupo), Rachid agora coloca seu novo grupo, Transparência SFC a serviço de Andres Rueda. O grupo atual de Rachid ganhou também um apelido baseado em seu “atual” chefe: Transparência de Bengala. O povo é muito maldoso.

Apoio importante
Um apoio importante que tem sido disputado a tapa pelos candidatos a presidente é a do psicólogo, Mário Rodrigues, inventor do Método PAR de vitória no Esporte. Rodrigues trabalhava junto ao Feminino na gestão de Modesto Roma e foi demitido por Peres.

Com Neymar
Rodrigues fez recentemente um forte trabalho com Neymar Jr que recuperou a imagem do atleta junto ao PSG e seu comprometimento com a equipe dentro de campo.

Valeu Gean
Quem colocou Rodrigues para falar com Neymar foi Gean Marcelo, presidente da Santistas do Interior, que prometeu a Rodrigues uma audiência com vossa Majestade, o Rei Pelé.

Resultado Operacional
Em plena campanha, Miltinho Teixeira está fazendo o “cursinho para dirigentes” da CBF e espalhou no whatsapp um quadro com o resultado operacional dos clubes em 2018 que mostra o Santos em último lugar com prejuízo no exercício de R$ 77 milhões.

Homenagem
Os mais atentos acharam que o número do prejuízo de Peres no Santos foi uma homenagem ao seu padrinho, Marcelo Teixeira, apaixonado pelo número “7”.

Cursinho pra quê
A coluna fica imaginando o que Miltinho Teixeira, Orlando Rollo, Júnior Curitiba, e outras figuras políticas do Santos aprendem em um “cursinho de dirigente da CBF”. Seria como lesar o Santos? Afinal, a torcida do Peixe, sabe que disso a entidade conhece bem… Sem falar na prisão de José Maria Marin, e nas cômicas situações de Ricardo Teixeira, e Marco Polo Del Nero, que estão exilados com medo de viajar.

Primeiro aluno
A verdade é que o primeiro aluno do Santos FC neste curso, conforme ele mesmo revelou no debate dos candidatos a vice em 2017 na Santa Cecília TV, foi César Conforti, então vice de Modesto Roma Jr. O primeiro a fazer “bom uso” dos cartões corporativos do Santos FC.

Começou bem
Miltinho Teixeira começou bem sua campanha. Agendou lançamento para 12 de março e disparou convite. Depois mudou para dia 13 e também disparou convite. Depois para dia 19. Quem deve estar organizando é o mesmo pessoal que fez o lançamento da campanha de José Renato Quaresma a Prefeito de Santos pelo Podemos e cancelou horas antes. Confira abaixo a pauta e o texto do convite:
Convite para reunião dia 12/03, às 19h30min, quinta-feira, no auditório 01, edifício Helbor.

Pauta: eleição do Santos Futebol Clube

1 – Orientações gerais;

2 – Acolhimento de propostas e sugestões para o clube;

3 – Formação de alianças;

4 – Conselho Deliberativo.

Conto com sua presença!

Saudações gloriosas, alvinegras e praianas!

Milton Teixeira Filho.:

Endereço: Av. Conselheiro Nébias, 756, auditório 01, Santos – SP.

Apelou
Nota-se que Miltinho apela para a Maçonaria ao assinar com três pontinhos o convite.

Mudou
Miltinho também mudou o tradicional Saudações Alvinegras com que seu irmão, Marcelo Teixeira, termina seus ofícios. As “saudações” de Miltinho serão, “gloriosas, alvinegras e praianas”.

Quaresma
Começou o período da Quaresma. Será que a campanha de José Renato Quaresma a presidente do Santos decola como tem decolado suas ações políticas partidárias nesse período?

Condenado
O juiz José Wilson Gonçalves condenou o ex-conselheiro do Santos e conselheiro pessoal de Marcelo Teixeira (de quem foi diretor), Adilson Durante Filho, a pagar R$ 10 mil de multa pelos áudios racistas que o fizeram renunciar ao Conselho e ao quadro associativo do clube. A ação da Defensoria Pública, pedia R$ 100 mil.

durante

A conferir.