Estranho

Midiático ao ponto de fazer inveja ao bruxo Vanderlei Luxemburgo, o técnico Jorge Sampaoli viu o Santos levar um verdadeiro passeio do Grêmio dentro da Vila Belmiro, na derrota por 3 a 0. De acordo com o associado Roberto Rabelato, faz muito tempo que não se vê um técnico no Santos passar por três eliminações e a equipe apresentar uma queda de produção tão grande. Segundo Rabelatto, os jogadores reclamam de falta de vontade em campo, mas até o momento pouco se falou das constantes invenções do argentino quando arma o time.

Luiz Felipe queimado

Invenção da partida na derrota, o zagueiro Luiz Felipe teve que sair no intervalo para a entrada de Felipe Jonathan. Uma substituição que ninguém entendeu e deixou o time com um zagueiro apenas, já que o lateral Jorge, colocado na zaga, não tem altura pra função. E quem ouviu o papo no vestiário acredita que o zagueiro Luiz Felipe enquanto Sampaoli estiver na Vila não joga mais.

Luan Peres

Ninguém entendeu por que Sampaoli não escalou Luan Peres após a excelente partida do zagueiro contra o Flamengo. Quando a coluna cita ninguém entendeu, acrescentam-se aí os próprios jogadores do Santos FC.

Perdido

A atuação do goleiro Everson foi a cara do time do Santos FC. Um time sem zaga, perdido e sem saber jogar com a bola no pé.

Pau vai comer

Diante da péssima atuação de Everson, as torcidas organizadas planejam uma visita ao CT Rei Pelé para exigir de Sampaoli, o retorno de Vanderlei ao time titular. Quem está intermediando as negociações é o Golden Boy do CG.

Paciência acabou

A manifestação da torcida na porta do vestiário dizendo que a paciência acabou é um recado pra Sampaoli. Ou o time volta a vencer ou vai complicar…

Falhou Lei do ex

A goleada contra o Grêmio teve algo de bom. A lei do ex falhou. Nem Tharciano (meia que Dorival Jr fez Modesto Roma comprar e que nunca foi escalado), nem André Balada e nem Diego Tardelli marcaram para o Grêmio. Um pequeno alívio.

Suspenso

Sampaoli precisa aprender a passar tranquilidade para o time. Tomou seu sexto cartão amarelo no Brasileirão e não poderá dirigir o Santos nesta quinta (26), às 20 horas, no Maracanã diante do Fluminense.

Lucas Yanase

Muitos conselheiros não entendem porque Sampaoli não escala Lucas Yanase, menino que Peres contratou em seus primeiros dias de gestão, a peso de ouro? por que estaria indo para o Manchester United? Será que o futebol dele só o Peres e o Lica (ele mesmo) viram?

Culpa de Peres

A juizada vem para a Vila para prejudicar o Santos, só não enxerga quem não quer. O pênalti em Sasha foi escandaloso. A culpa é de Peres que desde a convocação de Rodrygo está em campanha contra a CBF. E a recíproca é verdadeira. Ficam trocando farpas idiotas e quem paga a conta é o Santos FC.

Nova válvula de escape

Já que culpar a CBF não está mais adiantando, Peres, nessa semana, deve usar nova válvula de escape, que já confidenciou aos amigos: ou demite Vitor Ferraz ou mesmo Sampaoli. Se a culpa é dele é direito colocá-la em quem quiser!

Peres errou

Um dirigente experiente do Santos avalia que Peres errou ao não vender Vitor Ferraz ao São Paulo como queria o jogador no começo do ano. “Jogador insatisfeito contamina o time todo”, comentou o experiente cartola sob condição de OFF.

#VemProPacaSampa

Um polêmico aliado de Nabil Khaznadar se reuniu com Peres pós-jogo virtualmente e agendou para essa semana a Campanha Vem Pro Paca, Sampa , que pretende, na base da pressão, fazer Sampaoli jogar mais em São Paulo. Nabil, Odílio, Paulo Schiff, Renato Duprat e, outras viúvas do grupo Vila Rica, são, hoje, a principal base de sustentação política de Peres no Santos FC.

Peres vai pra cima

Além de “patrocinar” a campanha para jogar em SP, Peres promete ir para cima de Sampaoli e dos defensores da Vila nessa semana. Já anunciou acordo com o Pacaembu sem aprovar no Conselho Deliberativo, está em campanha pública de desmoralização do Conselho, e está de saco cheio do argentino. E não quer mais o time jogando em Santos.

Verdade

A verdade é que jogar na Vila tem vantagens. Foi a primeira derrota do Santos no estádio em um ano. Uma marca que nem toda praça esportiva dá ao Peixe.

Sem vergonha

Influenciador digital do Peixe, Felipe Mendes, o Zacarias, foi ao twitter e fez a declaração mais inteligente da rodada. Confira na imagem abaixo:

twi

Comemoração

Antes do fim da derrota para o Grêmio, um importante dirigente do Santos FC abandonou a Vila para ir ao Mendes Convention assistir ao Santos Festival Rock, com shows de Frejat, Ira e outros. Isso mostra o comprometimento das pessoas com o clube. Pena!

Conselho X Rei

A Folha de S. Paulo embarcou na campanha de desmoralização do Conselho do clube. O jornal chegou ao publicar matéria afirmando que o Conselho não aprovou duas homenagens a Pelé que “teriam sido propostas por Peres”: a aposentadoria da Camisa 10 e a inserção de uma coroa no escudo do clube para homenagear o Rei. A verdade é que ambas as notícias são fake news dignas de Bolsonaro.

Peres usa mídia

O Conselho votou uma emenda “substitutiva” que inseria “apenas” os pedidos da APFUT no Estatuto do Santos FC. Com isso, nenhuma outra emenda pode ser votada. Quem induziu a reportagem a erro foi o presidente Peres, o que deixou a reportagem da Folha uma arara. E mais: quem propôs a aposentadoria da camisa 10 foi o conselheiro e defensor público, Alexsandro Pereira Soares. Já a coroa no distintivo só mostra que Peres desconhece o estatuto vigente do clube que afirma que o distintivo é “imutável”, portanto não pode ser mudado.

Com a própria régua

Tem gente que mede todo mundo pela própria régua. Acham que todos são iguais a ele e suas atitudes ridículas. Tem um candidato derrotado na última eleição, conhecido por mudar de lado sempre por interesses pessoais eleiçoeiros, que tem espalhado pelos quatro ventos que este jornalista é “vendido” para Marcelo Teixeira e que recebe a fortuna de R$ 2 mil como patrocínio para as atividades jornalísticas que possui. Reafirmo que qualquer elo entre mim e Teixeira é falso.

Nunca Teixeirei

Marcelo Teixeira e a Unisanta nunca patrocinaram nenhuma das atividades deste jornalista. Nunca integrei chapa, trabalhei ou sequer morei no mesmo lugar que Teixeira. Cobri pela Tribuna quase os 10 anos de sua última passagem pelo clube e fui um, senão o setorista mais crítico de sua gestão. Com problemas visíveis de saúde, esse candidato frustrado tem que tomar cuidado. Se morder a própria língua pode morrer diante de exposição a tamanho veneno. E não só ele. Sua patota de robôs e “apaixonados” pelo “$antos” que encham o saco de outro blogueiro. Porque não fazem?

Revelado

A imagem desse conselheiro que vive a difamar nosso trabalho está abaixo . Pra bom olhador, uma imagem diz muito!

cobra

Sem remuneração

Fomos procurados pelo jornalista e conselheiro Vitor Sion que disse que, ao contrário do que afirmei na coluna anterior, ele nunca foi pago para fazer lives na internet do Santos FC. “Todas as lives sobre o Santos que fiz na minha carreira foram voluntárias e sem remuneração. Isso inclui tanto o programa Só Santos, como as lives durante a campanha à presidência do Santos em 2017”.

Amnésia

O “jornalista” se esqueceu que várias dessas “lives” puras que ele “apresentou” acontecia em ambiente onde este jornalista trabalhava. Pelo visto, as crises de falta de memória de Peres podem ser contagiosas….

Conflito de interesses

Sion disse ainda sobre as Lives: “Além disso, como conselheiro eleito do clube, considero que haveria um potencial conflito de interesses caso eu fosse pago para falar em um programa sobre o Santos”. A pergunta fica no ar: conselheiro em live por que motivo? Se não recebe nada, não é conflito de interesse? Pagamento nesse país, nem sempre, se dá em moeda corrente. Pode ser dado também em favores, como uma “boa colocação na chapa do conselho”. Mas aí pode né? Não é conflito de interesses. É o bem do clube, afinal, o que seria do Conselho do Santos sem o generoso rapazinho?

Caderneta do Rueda

Ademais, convido os leitores a procurarem a prestação de contas da campanha da Chapa Santástica União, ao qual Andres Rueda divulgou e prometeu deixar transparente, e ver se as lives foram todas gratuitas como afirma o conselheiro.

sion

FGV pagou

Quanto a sua ida sem ser convidado a Brasília, quando acompanhou a reunião de Marcelo Teixeira com a APFUT e membros do Governo Federal, Sion (foto) disse que “insinuei que Rueda pagou sua viagem” e que é mentira: “…Sou prestador de serviços da Escola de Relações Internacionais da FGV (Fundação Getulio Vargas) e minha função inclui a realização de viagens nacionais e internacionais (https://ri.fgv.br/equipe/vitor-loureiro-sion). Foi o que ocorreu entre 13 e 23 de agosto de 2019, quando infelizmente perdi uma reunião do Conselho Deliberativo, mas pude participar do encontro com a APFUT”, disse Sion. Convido os leitores a acessarem o link enviado por Sion e procurarem onde está lá que a “função” de sua “prestação de serviço” a FGV inclui viagens?

FGV feliz?

Eu pergunto: A FGV ficou feliz ao pagar um “prestador de serviço” em Brasília para, no horário comercial, ele perder horas em um ministério acompanhando reuniões de seu clube do coração? Uma empresa da seriedade da FGV, com certeza, não concordaria com esse tipo de postura. Vai ver por isso Sion é apenas “prestador de serviço” e não “integrante registrado” da Fundação Getúlio Vargas. Afinal, uma entidade que leva o nome do principal ícone do Trabalhismo brasileiro jamais concordaria com atitude dessas em horário de trabalho.

Currículo

É mesmo interessante ver o “currículo” de Sion no link que ele mesmo nos enviou (https://ri.fgv.br/equipe/vitor-loureiro-sion). Confira a reprodução: “Vitor Loureiro Sion é mestre e doutorando em Relações Internacionais pelo Programa San Tiago Dantas (Unesp-Unicamp-PUC-SP). Também possui MBA em Football Industries pela Universityof Liverpool. É autor de três livros: “É TRI”, “3x TRI – De Pelé a Neymar: a supremacia do Alvinegro Praiano no Campeonato Paulista” e “À Espera da Verdade”. Suas principais áreas de pesquisa são Política Externa Brasileira, Análise de Política Externa e corrupção transnacional, principalmente no futebol”.

Reportagem ou ficção científica

O prestador de serviços da Escola de Relações Internacionais da FGV tem cursos (em sua maioria) ligados ao futebol. Em que clube ele trabalhou neste mercado a não ser o Santos, onde é conselheiro? Dois dos três livros escritos por ele são nitidamente sobre o Santos. Não li nenhum deles. Alguém sabe dizer se é livro de reportagem ou ficção científica? A outra obra de Sion, intitulada “À Espera da Verdade” não deve ser jornalística. Afinal, o bom jornalismo não espera a verdade, vai em busca dela.

Corrupção transnacional

O mais interessante neste link é saber que Sion atua na área de pesquisa de corrupção transacional, principalmente no futebol. Se ele é um dos membros do Conselho que analisa o caso da relação da empresa do paraíso fiscal de Malta, Quantum e a gestão de Modesto Roma Jr, na negociação de Neymar, entre Barcelona e PSG, fica evidente porque ele atua “na área de pesquisa”. Se Sion está envolvido nessa “investigação”, como insinuou diversas vezes no plenário, está pesquisando muito e, até agora, não achou nada. Sendo assim, vou seguir o modelo de currículo da vitoriosa carreira de Sion e acrescentar no meu currículo a área de pesquisas anatômicas em modelos brasileiras. Um tipo de pesquisa que quero muito fazer e nunca, mas nunca mesmo, chegar ao fim.

Dono da verdade?

Sion continua sua mensagem de whatsapp no tom “ameaçador” que “tirou o sono (rs) deste jornalista”: “Feitos os esclarecimentos acima, me coloco à disposição para ser contactado previamente sempre que meu nome possa aparecer na sua coluna. Desta maneira, poderemos evitar informações inverídicas e eu terei garantido o meu direito de resposta, como acontece em qualquer veículo jornalístico de credibilidade em países democráticos”. Sion deve estar seguindo seu ídolo e medindo minha atuação jornalística por sua própria régua. Como sou democrático de verdade estou colocando suas mensagens e as explicando, em detalhes, aos leitores.

Ameaças dignas de Ditadura

As ameaças de Sion, são de fazer inveja aos generais do período militar e aos seguidores de Jair Bolsonaro, e elas continuaram: “Caso novas informações incorretas sobre a minha pessoa voltem a aparecer no blog “Santos em Off”, poderão ser tomadas providências judiciais, conforme o caso, nas esferas civil e criminal”. Se publiquei qualquer incorreção ele que tome as medidas que quiser. É um direito dele e não é com esse “tom soberbo ameaçador” que ele vai me calar. Não tenho medo de ameaça de jornalista que ainda não aprendeu a equilibrar a bola no focinho no picadeiro.

Verdade dói!

A conclusão que se chega lendo tudo isso é que “ter dúvidas sobre sua própria verdade” dói. Se este jornalista escreveu “mentiras” como insinuam, porque dão audiência e vem com ameaças? A dúvida da correção de seus atos realmente mata as pessoas, não acham….

Agradecimento

Falando em ameaças, quero agradecer o apoio que recebi de dezenas de conselheiros do Santos, advogados, policiais, delegados e mesmo jornalistas se colocando à disposição a comparecer comigo na delegacia para prestar queixa de perseguição e ameaças que venho sofrendo do vice provedor da Santa Casa e vice-presidente do Conselho do Santos, Luiz Polaco, em virtude da série de reportagens sobre a Santa Casa de Santos. Até colegas de Mesa do Conselho dele se colocaram à disposição para me acompanhar e garantir a integridade e a segurança deste jornalista. Polaco insiste em se “reunir comigo” e está investigando onde trabalho e moro para “ter uma conversa”. Já o atendi no telefone e no whatsapp, mas ele insiste nesses “encontros desnecessários cujas as razões são pouco evidentes”. Em respeito a sua idade e a complicada situação de Polaco, ainda não tomei nenhuma atitude na esfera criminal.

Volta ditadura

O apoio a esse jornalista foi maior após Polaco, ex-professor de Direito da Unisantos, defender em seu whatsapp, a volta da Ditadura Militar no País. A postura desagradou muitos conselheiros do Santos que pediram a Marcelo Teixeira que o aconselhe a sair de férias e procurar cuidar melhor de sua saúde.

couto.jpg

CIS de Estimação

Chegou à coluna a informação que José Carlos Peres tem tido informações privilegiadas da atuação da Comissão de Inquérito e Sindicância no Conselho Deliberativo nas investigações em curso. Quem forneceria esses detalhes ao presidente é Cidão do Sindicato, empresário do futebol, que foi um dos principais financiadores de sua campanha. Cidão, conhecido por ser inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral e ser chamado seguidamente para ser “escrutinador” nas eleições do Santos, receberia os dados do membro da CIS e conselheiro efetivo, Décio Couto Clemente, que já foi agente FIFA e como vemos na foto tem estreitas ligações com Cidão, desde a campanha de Peres em 2017. Clemente negou que seja amigo de Cidão e que passe informações para ele.

tut

Nabil 1000 Grau

Presidente do Conselho do Atlético Paranaense, Mario Celso Petraglia falou o seguinte sobre o Santos FC: “O Santos é um clube do interior, com todo respeito pelo grande Pelé. Hoje o Santos é muito mais o Santos do Pelé do que o Pelé do Santos. É do interior, tem um CT precário e não tem estádio”. A revolta na internet com Petraglia é grande, menos por parte de Nabil Khaznadar (ex-candidato a presidente do grupo de Odilio Rodrigues, e um dos maiores atuais apoiadores de Peres, sendo consultor para o projeto de clube-empresa que pretende vender o Santos a chineses) que disse: “Pois é…Mentiu? Não né”. Khaznadar passou a apanhar que nem gente grande (algo que ele nunca foi na política do clube) nas redes sociais.

Vai jogador, vem incompetente

Vai ver essa impressão de interior é que Petraglia tem ao negociar com o presidente Peres. Afinal, mandou para cá Fernando Volpato e Rodrigo Gama, dois dirigentes, e conseguiu de graça Robson Bambum e Léo Citadinni, este último titular na conquista de duas das três Copas São Paulo do Santos FC. E ambos, titulares do Furacão que venceu a Copa do Brasil nesta semana.

Pintando a área no intervalo

A incompetência de Fernando Volpato, supervisor administrativo e financeiro do Santos, cuja formação é engenharia elétrica e se ocupa mais das questões de patrimônio do clube, foi registrada pelo conselheiro Marcio Rosas, na derrota contra o Grêmio. Vejam na foto. Intervalo do jogo e funcionários do Patrimônio do clube estavam pintando as grandes áreas da Vila, obrigando os dois times a jogarem no gramado com tinta fresca. A atitude pode causar multa ao Santos. Volpato nada entende de administração e finanças. Nem de patrimônio, apesar de ter dirigido a Arena da Baixada. Conselheiros querem fazer um abaixo-assinado para o retorno de Alexandre Librandi à gerência de Patrimônio.

area

No alto da foto vemos as Alvinegras da Vila saindo do campo e o pintor remarcando a área

Sarro

Ex-gerente jurídico do Santos, indicado por Renato Duprat, Rodrigo Gama Monteiro não aguentou Peres e pediu “pelamordedeus” para Petraglia o recontratar. Segundo fontes, hoje, ambos rolam de rir com as lembranças de Monteiro das Pereszadas em restaurantes de Curitiba. Até no estabelecimento de técnico Levir Culpi os papos dos dois acontecem.

Culpa da torcida

Apesar de ambos terem saído de graça do Santos por incompetência da gestão Peres, Bambu e Citadini, e porque não, Nikão também, saíram do Santos por falta de paciência da torcida que cobra que todo jogador bom seja craque, mal-acostumada com a Era Pelé, depois com Pita, Diego, Robinho, Neymar, Ganso entre outros.

Xarope cura Rollo

A coluna registra a lealdade, visão política e competência gerencial do conselheiro Luiz Fernando Cardoso, o Xarope, que tem de todas as formas buscado limpar a imagem e criar caminhos para que o vice-presidente Orlando Rollo se eleja presidente em 2020. Xarope tem trabalhado muito com eficiência.

Na 3vs?

Xarope tenta agora fechar um compromisso com José Renato Quaresma em que ele apoie Rollo e, este em contrapartida, apoie a candidatura de Quaresma a prefeito de Santos. As conversas começaram no Programa Terceira Visão da última segunda-feira (16). Sempre em canoas diferentes, será que Rollo e Quaresma remarão juntos em 2020 no pleito do clube e da cidade?

quaqua

Xarope e Quaresma no Programa Terceira Visão Santista

Fica até a Páscoa?

Se Xarope conseguir fechar esse apoio, a pergunta é se o gênio de ambos fará a união duradoura. Passarão a Páscoa juntos? Quaresma tem experiência com gênio difícil.

Quero ser vice

Xarope também tem suas pretensões. Sonha em ser candidato a vice na Chapa de Quaresma na Cidade de Santos.

Puxador de voto

Como atrativo de sua indicação de vice, Xarope garantiu a Quaresma que o vereador Augusto Duarte, apoiador de Rollo, iria engrossar as fileiras de candidatos a vereador do Podemos, sendo um puxador de voto que a legenda, hoje, não possui.

Milagre da Quaresma

Se conseguir concretizar tão engenhosa costura, Xarope se credencia para ser vice de Quaresma e mesmo coordenar a campanha a presidente do Santos de Orlando Rollo. A conferir.

Missão era outra

Causou muito furor nas arquibancadas e redes sociais a presença do vice Orlando Rollo no jogo frente ao Flamengo no Rio de Janeiro. Mas engana-se que Rollo foi apenas ver o Santos no Maracanã. Antes da partida participou de um encontro secreto que a coluna revelará na próxima nota.

rollo

Carlinhos Pitbull no marketing

Muito amigo do senador Major Olímpio (PSL), tendo atuado com ele no PDT anos atrás, Rollo foi ao Rio para ser recebido pelo vereador carioca Carlos Bolsonaro. Carlinhos, o Pitbull, da família Bolsonaro, ou Caluxo, que está ao lado do senador paulista, em rota de atrito com o irmão Eduardo, em torno do diretório paulista do PSL. E Olímpio pediu que Carlos atendesse Rollo e trocasse ideias sobre ações na internet e o que ele aconselharia a Rollo para melhorar sua imagem, desgastada com a tentativa de impeachment, em 2018. Pelo que a coluna apurou com gente próxima a Rollo, a conversa foi excelente e Carlinhos prometeu ajudar no marketing digital de Rollo e, a partir de agora, vai indicar uma pessoa para trabalhar ao lado do vice, com esse perfil.

Apoiou Bozzella

A proximidade de Rollo com o clã Bolsonaro é antiga. Tanto que emprestou comitê para Júnior Bozzella se eleger deputado em 2018.

Camarote da alegria

Também causou fofoca na Cidade as diversas fotos de Marcelo Teixeira, Daniel Pereira e outros conselheiros, ex-conselheiros e parentes em um camarote no Maracanã. A turma foi apelidada de embaixadores do polo norte, devido ao resultado péssimo que tirou as chances do Santos terminar o primeiro turno na frente do Brasileirão.

Dúvidas de quem pagou

Alguns conselheiros prometem apresentar requerimento pra saber quem pagou a viagem e os ingressos da delegação encabeçada por Marcelo Teixeira.

Correção

Questionar quem pagou é até dever de conselheiro, mas este jornalista, do alto dos inúmeros confrontos e debates que já teve com Teixeira, reconhece que ele, ao contrário de muitos outros que o sucederam, mais serviu o Santos que se serviu dele. Só ver que na sua época de presidente saía do próprio bolso o motorista e a manutenção do carro que usava.

Lançamento na sexta-feira

Nesta sexta-feira (27), às 19 horas, no Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Santos (Av. Conselheiro Nébias, 262), acontece o lançamento da pré-candidatura a prefeito de Santos do conselheiro do Santos FC, José Renato Quaresma, que quer provar que sua entrada nessa disputa não é um balão de ensaio e para ter mais visibilidade na disputa de presidente do Santos. A amigos, Quaresma cogita estar nas duas disputas. Mesmo contra seu braço direito Rodrigo Marino. A festa contará com a presença das principais lideranças do Podemos, como o senador Alvaro Dias (candidato a presidente do Brasil em 2018), o vereador paulistano Mário Covas Neto, o Zuzinha (candidato a senador em 2019) e a presidente nacional do partido e deputada federal Renata Abreu.

Sem guaraná

O que assustou membros do Podemos é a ausência do famoso rega-bofe. O evento será na noite de sexta-feira e sem comes e bebes. Isso comprova a fama de austeridade de Quaresma, conhecido pelos escorpiões que carrega no bolso. Quem aprovou a medida foi Zuzinha, lembrando que nas campanhas de seu pai, Mario Covas, o coquetel sempre foi água mineral.

Reclamou

Festeira, a presidente nacional Renata Abreu disse a Quaresma que, se não tiver guaraná, fica apenas no tempo protocolar.

Festa na casa dos outros

A coluna só estranha o local do lançamento da campanha. Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários, Valdir Pestana, um grande torcedor do Santos, preside o Solidariedade na Cidade.

Base revoltada

A falta de um convite especial aos pré-candidatos a vereador pelo Podemos de Santos deixou a base revoltada prometendo até mesmo sair do partido. Dará trabalho para Leandro Chaddad arrumar isso.

Candidatura Coelhinho da Páscoa

A ausência de coquetel e de grandes clubes no lançamento da campanha de Quaresma a prefeito reforçam a tese que ele na verdade é candidato a vice-prefeito ou secretário de outra candidatura. Afinal, onde está o dinheiro?

Decidir pra comparar

Se compararmos as ações de Quaresma com os eventos de vulto dos outros pré-candidatos como Kenny Mendes, Ivan Sartori, Fabio Ferraz e até Rogério Santos fica difícil acreditar muito nessa candidatura.

Prefixo PAB45

Vale lembrar que muitos membros do Podemos estão no atual governo municipal, e com isso, tem facilidade para embarcar no Jumbão PAB45, cujo piloto ainda não foi decidido.

Sufixo PKM11

Outra saída factível para o Podemos é embarcar no Jumbo PKM11, que será pilotado pelo professor Kenny Mendes, deputado estadual do PP, de Paulo Maluf.

Sem paraquedas

Com isso, as chances de José Renato Quaresma ser empurrado pra fora do avião do Podemos, sem paraquedas, existe e as chances são bem reais. A conferir.

clemente

Boa imagem

Já estamos falando muito de política municipal, mas este jornalista lamenta a ausência do nome de José Carlos Clemente, o Dr. Clemente da MultiImagem, como candidato a Prefeito. Clemente disputou a Prefeitura em 2004 e se mostrou preparado para o cargo.

Abraço de afogado

Autor da contestada homenagem que concedeu o título de Cidadão Santista ao presidente José Carlos Peres, o vereador Lincoln Reis (PL) ganha agrados e ingressos de Peres para os jogos na Vila Belmiro. Reis também é frequentador assíduo do camarote presidencial na Vila Belmiro. Sonha que o apoio de Peres vai ajudar na sua reeleição em 2020. O vereador não sabe que Peres deve ser afastado do cargo por gestão temerária. É o famoso abraço de afogado.

Desistiu

A amigos íntimos, o blogueiro e presidente da Associação Santistas do Interior, Gean Marcelo, confessou que desistiu de sua candidatura a presidente e que vai apoiar o candidato que garantir 30 vagas a santistas do interior. Está propenso a se decidir entre Andres Rueda e José Renato Quaresma, candidatura que ele apoiou e coordenou no interior em 2017.

Fazer rir

Questionado por uma fonte dessa coluna sobre quem ele apoiaria, Gean disse que aquele que “fizer rir”. Para quem não conhece a expressão é usada quando apoios políticos são dados em troca de vantagens.

Deve Ruedar

A tendência de Gean é mesmo Ruedar. O aprendiz de blogueiro tem grande proximidade com Andres Rueda de quem coordenou a campanha no interior e costuma dizer que carrega Rueda no colo se for para o bem do Santos FC.

Tá explicado

Ao saber dessas informações, a coluna entendeu o porquê Andres Rueda é um dos únicos políticos do Santos FC que não é alvo dele.

Sumido

O empresário Luiz Taveira há tempos anda sumido do cenário político e também do contato com a imprensa. O que estará pensando o famoso empresário de atletas em relação ao cenário político para as eleições de 2020?

Mesmo espaço

O presidente do Movimento de Sócios Tá no Sangue, Márcio Veratti, há tempos cobra o presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Teixeira para que o Conselho tenha o mesmo espaço no site oficial do clube do que o Comitê de Gestão. A sugestão vingou e o local foi disponibilizado. Para que tudo funcione bem e o Conselho possa ter mais essa ferramenta, é necessária a formação de uma assessoria de imprensa para abastecer com as notícias do Conselho do Peixe.

Não aguentou a pressão

Como viu que a brincadeira está ficando séria, o ex-conselheiro do Santos FC, Valter Conde, em contato com a coluna, garantiu que não é candidato a presidente do Santos FC em 2020. E garantiu que vai apoiar algum candidato que apresente ideias novas ao Santos. Conde, que já presidiu a Beneficência Portuguesa de Santos e foi membro da CIS no Conselho, confessou que não aguenta mais falar do tema e ser “assediado” por outros candidatos.

Miltinho nele

Conde foi muito assediado por Milton Teixeira Filho que é candidato e que garante à boca pequena que vai para urna até contra o irmão e o sobrinho, se preciso for. Como Conde anda magoado com Marcelo Teixeira está embarcando no papo de Miltinho.

Magoou

Quem não gostou muito da informação foi o veterinário Eduardo Filetti, que já estava em campanha para sair candidato a vice. Pessoas próximas garantem que Filetti pode assumir a missão e disputar na cabeça de chapa mesmo. Pelo menos é o desejo do grupo formado por pessoas que eram dos grupos de Modesto, Teixeira, Quaresma, DNA e até Rueda.

Falso rico

Alguns dos pré-candidatos a presidente do Santos FC que posam de empresários bem-sucedidos e que seus “aliados” dizem possuir fortunas estão devendo pra muita gente na praça. O que não combina com a fama. Ou vai ver estão fazendo estágio pra assumir o Santos FC, que a fama de caloteiro vem de décadas atrás.

Dois a menos

Dois conselheiros procuram a Coluna durante essa semana para fazer um pedido interessante: queriam que fossem retirados do texto que são aliados de José Carlos Peres, ou seja, Peresistas. Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

Nunca esteve

Em contato com o Blog, o gerente de marketing do Santos, Marcelo Frazão, negou veementemente ter estado com conselheiros ligados a Andres Rueda na última segunda-feira (16). Disse apenas ter recebido uma comissão do Conselho, que trata da administração da carteira de sócios do clube e disse que este jornalista poderia conferir com o integrante dessa comissão, Rodrigo Marino.

Marino confirma?

Marino confirmou a reunião com Frazão mas disse que aconteceu após 17h30. “Antes, não sei mais onde ele esteve, com quem, e com qual objetivo”, comentou.

Kicaldo é meu

Frazão também assumiu ter prospectado o patrocínio do“Kicaldo” ao Santos FC para a partida decisiva com o Flamengo e para o caldo de chocolate que tomamos do Grêmio na Vila. “Sou totalmente favorável a esse patrocínio”, escreveu.

Surfdog é meu e do Cholby

Quanto à participação da marca Santos FC no Mundial de Surf de Cachorros, Frazão disse que a iniciativa é do conselheiro Emerson Cholby, com todo o suporte do Departamento de Marketing do clube, que também é favorável a ideia.

Muro carioca

Ao ser questionado se queria que publicasse seu desmentido, Frazão disse que não. Porque tanto medo da verdade que ele diz e escreve?

MT e Peres juntos?

A presença do conselheiro Emerson Cholby, umbilicalmente ligado a Marcelo Teixeira, fazendo ações no Marketing do clube comprova união de Teixeira e Peres na gestão? Ou será que Teixeira julga importante o Santos FC participar do Campeonato Mundial de Surf Dog? SurfDog são cachorrinhos surfando, só para esclarecer.

Máscara caindo…

A verdade é que Frazão não gostou da conclusão que as notas da coluna passada e de sua fala com conselheiros evidenciaram. Se ele fosse tão bom como diz e tem mercado, porque se submete aos devaneios de Peres e reclama à boca pequena? Porque não muda de clube? Se o Santos paga abaixo do mercado pra ele como ele mesmo diz, diante de sua competência, ele não consegue arrumar coisa melhor?

Nenhum master

A verdade é que Frazão não conseguiu nenhum patrocínio master no Santos FC. Herdou a Caixa da gestão de Modesto Roma e perdeu na eleição de Bolsonaro em outubro. E há um ano nada conseguiu. É um bom desempenho para alguém que se diz o suprassumo do mercado?

Padrinho rico

A verdade é que Frazão é outro que chegou ao clube indicado por Renato Duprat, o empresário de Futebol que tem em Peres seu presidente de estimação. E não consegue outro clube porque, pelo menos no Rio, todos já o conhecem. Em São Paulo estão conhecendo também….

A conferir.

off2