Na coluna desta semana, você vai ficar sabendo um pouco da empresa que vai administrar o programa de sócios do Santos e que surgiu mais um nome para disputa da presidência do Peixe em 2020.

Ficou perto em 2015

Novo técnico do Santos, Jorge Sampaoli quase dirigiu o Peixe em julho de 2015, quando foi convidado pelo então presidente Modesto Roma após a Copa América, vencida pelo Chile dirigido por ele. Na época negou e depois teve passagens fracassadas por Sevilla e seleção da Argentina. O argentino assina contrato neste final de semana com o Peixe.

Sócios

O Santos FC definiu a empresa que vai cuidar do programa de sócios do clube. Trata-se da CSM, controladora da Golden Goal no Brasil, que criou em 2017 a Feng, braço do mesmo grupo para a administração de programa de sócios. Já atua no Flamengo e Palmeiras.

Mas…

Existe uma denúncia do Ministério Público Federal em Brasília, do Núcleo de Combate à Corrupção, dentro da Operação Lava Jato, que cita a empresa por uma suposta participação de um esquema de favorecimento financeiro ao ex-governador de Brasília, Agnelo Queiroz. Ele é acusado de encabeçar uma organização criminosa que tinha por finalidade a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, fraudes às licitações em relação a obras do Estádio Nacional de Brasília, bem como a lavagem dos recursos financeiros auferidos desses crimes. O esquema funcionou de 2008 a 2014.

Negou

O Departamento Jurídico da Golden Goal esclarecereu que não há qualquer acusação à empresa por parte do Ministério Público Federal, referente à denúncia oferecida em desfavor do ex-governador Agnelo Queiroz. A denúncia citada trata de um suposto esquema de corrupção envolvendo agentes públicos e construtoras, através do qual, como forma de pagamento de propina pelo êxito da Andrade Gutierrez na licitação do estádio Mané Garrincha, o ex-governador Agnelo Queiroz, supostamente, teria exigido o custeio pelo Consórcio Brasília 2014 de despesas pessoais. Segundo o Ministério Público, o Consórcio teria assumido despesas em nome próprio para, na realidade, atender aos interesses do ex-governador. A Golden Goal e outras empresas são citadas em um dos depoimentos presentes na denúncia apenas por constituírem terceiros com os quais o Consórcio assumiu despesas no período, contudo, não há qualquer indicação pelo Ministério Público de eventual comportamento fraudulento, ilícito e/ou de superfaturamento por parte da Golden Goal. A Golden Goal celebrou contrato, de forma direta e regular junto ao Consórcio Brasília 2014, apenas, sendo o objeto da contratação a comercialização de ingressos a camarotes para o jogo entre Flamengo e Santos, no estádio Mané Garrincha, em 25/05/2013. O contrato foi firmado em linha com os valores e práticas de mercado, o que é atestado pelo fato de a contratação sequer constituir objeto da denúncia, tampouco a Golden Goal ter sido incluída como parte na mesma ou intimada pelo Poder Público a prestar qualquer tipo de esclarecimento.

Profissão Perigo 1

Está difícil compor a Comissão de Inquérito e Sindicância depois da renúncia dos cinco membros noticiada na semana passada. O volume de matérias já apresentadas assusta pela quantidade e prazos atrasados na Comissão.

Profissão Perigo 2

Diante do problema, tem conselheiro que inventou um novo apelido ao presidente do egrégio Marcelo Teixeira. Agora ele também é conhecido pela alcunha de MacGyver, personagem principal do antigo seriado “Missão Impossível”.

Não deu

Convidado pela mesa a assumir à presidência da CIS, o advogado Vasco Vieira, declinou da convocação. Ele iria aceitar e tentou compor a comissão com pessoas aptas, com conhecimento da área jurídica e de gestão. Mas entre os conhecedores de Direito aptos a compor a comissão, nenhum aceitou a missão com a desculpa de falta de tempo.

Alemão na fita

Diante das dificuldades que deixam o Conselho há uma semana sem Comissão de Inquérito e Sindicância, há quem garanta que a comissão sairá segunda e será escalada pelo conselheiro Alberto Francisco de Oliveira Júnior, o popular Alemão.

Presidente Rosas 1

As eleições de 2020 do Santos FC prometem. Além de Andres Rueda e de Nabil Kaznadar, que certamente estarão novamente colocando o nome no pleito, é possível vermos ainda na disputa Pedro Doria Mesquita, Orlando Rollo, Miltinho Teixeira. A novidade será o conselheiro Márcio Rosas, cujo nome foi lançado nessa semana por correligionários.

Presidente Rosas 2

Rosas já contratou assessoria de imagem, media- training e consultora de moda para mudar sua imagem e promete se tornar o homem que o Peixe precisa.

Sem palavrão

Único pedido dos correligionários e apoiadores a Rosas é o fim dos palavrões em redes sociais.

1º Andar

A postura do conselheiro eleito na chapa de Andres Rueda e membro da Comissão do Estatuto, Tiago Marsaioli, tem revoltado alguns conselheiros, entre eles alguns bem influentes. Segundo eles, Marsaioli está dando muito palpite no Conselho na orelha do presidente Marcelo Teixeira. A postura lhe rendeu o apelido de Odir Cunha do 1º Andar, ou Espírito Santo do 1º andar.

A conferir.