deputa2

Eles serão pendurados no poste e depois enterrados na praia. Ainda é pouco para o que fizeram para os trabalhadores e para o País. Calma, não se trata de fazer Justiça com as próprias mãos para os casos de violência rotineiros.

A partir desta quinta-feira, dia 11 de maio, os deputados federais que votaram contra os trabalhadores nas reformas da Previdência e Trabalhista começarão a ser lembrados e homenageados pelas Centrais Sindicais, Sindicatos e trabalhadores.

Para provar que a mobilização e participação na Greve Geral de 28 de abril consegue reunir todas as correntes que defendem os trabalhadores, estão sendo programadas várias manifestações.

Como vivemos na Baixada Santista e , infelizmente, temos três representantes na Câmara Federal, Beto Mansur (PRB), João Paulo Papa (PSDB) e Marcelo Squassoni (PRB) que viraram as costas para os trabalhadores,  serão bem lembrados em todos os atos, E não adianta colocar apadrinhados para defendê-los, pois deram uma banana para quem trabalha e luta por uma aposentadoria justa e digna e vão ter que assumir isso.
protesto2
Na noite desta quinta-feira, na Praia do Gonzaga, em frente à Praça das Bandeiras, em Santos, acontece o enterro simbólico dos 296 traidores dos trabalhadores, dentre eles Beto Mansur, João Paulo Papa e Marcelo Squassoni. Serão fincadas na areia cruzes de madeira para mostrar que politicamente estão mortos para quem verdadeiramente trabalha, até porque essas reformas não atingem os três abastados deputados da região.
No poste
Agora, em postes da Cidade de Santos, serão afixados cartazes mostrando a cara de Mansur, Papa e Squassoni. Para ressaltar o vergonhoso papel que tiveram e fizeram contra os trabalhadores estão as seguintes palavras: “Você tinha direitos trabalhistas, até estes deputados da região tomarem de vocês”. A conferir.