dex-grandes-numeros
Foto: Reprodução
Uma matéria publicada na Revista Época (http://epoca.globo.com/esporte/epoca-esporte-clube/noticia/2017/05/financas-do-santos-apesar-do-lucro-em-2016-desordem-financeira-continua-ameacar.html) despertou a atenção deste blogueiro. A partir daí, resolvi procurar um especialista em números para tentar entender um pouco a atual situação financeira do Santos Futebol Clube.
Ele fez questão de ressaltar o legado deixado pela administração Odílio Rodrigues Filho e que o Alvinegro sofre de problemas que vieram de gestões anteriores. Apesar disso, o presidente Modesto Roma Júnior entende que as dívidas são do clube e não de quem fez os negócios ruins para o Santos. É a opinião do mandatário santista.
roma
O cartola santista mirando 2018 resolveu assumir o comando da situação e equacionar as pendências esperando, assim, um cenário favorável em 2018
Muito se falou do pagamento do bicho pela conquista da vaga na Libertadores deste ano. Mesmo fora do prazo, a dívida foi quitada e com uma conversa franca os atletas compreenderam.
Sobre os Direitos de Imagem, o Santos, atualmente, em função de uma determinação da Comissão Fiscal, tem apenas oito atletas que recebem essa modalidade  de pagamento. Para evitar futuros problemas na Justiça,  os contratos novos e os renovados, estão todos enquadrados na CLT e devidamente registrados em carteira.
O famoso “Aperto de Caixa” tem uma justificativa simples. O Santos FC poderia ter vendido algum atleta em janeiro e equilibrado as contas, porém, de forma estratégica optou por manter o elenco sem baixas tendo em vista os importantes torneios que disputa esse ano, e também o calendário apertado do primeiro semestre de 2017.
Agora, não é segredo para ninguém que o clube deverá negociar alguns jogadores ainda este ano. Isso consta, inclusive, no orçamento aprovado pelo Conselho Deliberativo. Muita gente diz que isso não é receita vinculada à atividade do clube. Se o Santos retirar qualquer tipo de receita, a situação tende a piorar.
Outra questão é que o clube contrata e vende atletas todos os anos, mas o detalhe é que só se fala o quanto se arrecadou com a negociação, mas não a dívida que se contrai quando se contrata um jogado também não pode ser esquecida. A conferir.